Vídeo. Dois meses depois, o legislador brasileiro que foi filmado agredindo sexualmente um colega ainda não impôs sentença

Básico
A deputada brasileira Issa Pina foi agredida sexualmente na Assembleia Legislativa no dia 17 de dezembro. Série filmada pelas câmeras do Parlamento brasileiro, que ainda não puniu o agressor. Apenas um comitê foi formado para decidir seu destino.

A imagem é incrível, e a verdade que exibe teria sido sem dúvida difícil de provar pela vítima se não tivesse sido fotografada. No entanto, o vídeo não deixa dúvidas: no dia 17 de dezembro, em plena Assembleia Legislativa no Brasil, um deputado agrediu sexualmente uma de suas irmãs, a deputada feminista do Partido Socialista e Liberdade, Issa Pina.

Na filmagem (visível a partir das 0h30 no vídeo abaixo), a deputada do PPS, ex-Partido Comunista Brasileiro, Fernando Curie, é vista tocando o peito de um parlamentar ao se dirigir ao Legislativo de São Paulo, Caueu. Macris.

A MP, uma ativista feminista comprometida, não perdeu tempo em registrar uma queixa no rescaldo deste ataque, mas enquanto os fatos já datam de quase dois meses, o conselho acaba de criar um comitê de ética responsável por “examinar a punição imposta por Fernando. “A Corrie vai sofrer…

Seu partido inicialmente o desclassificou após o caso, mas a pena foi temporariamente suspensa, enquanto o MP nega que ele pretendesse cometer agressão sexual. Ele anunciou que queria simplesmente dar-lhe um “pequeno abraço rápido”.

READ  Heróis e torres: Skydome!

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *