Washington condena lançamentos de mísseis da Coreia do Norte

Washington condena lançamentos de mísseis da Coreia do Norte

Na segunda-feira, os Estados Unidos condenaram o lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte, durante a visita do secretário de Estado dos EUA, Anthony Blinken, à Coreia do Sul.

• Leia também: Coreia do Norte lança “míssil balístico não identificado”

“Estes lançamentos, tal como os anteriores lançamentos de mísseis balísticos nos últimos anos, violam numerosas resoluções do Conselho de Segurança da ONU”, disse um porta-voz do Departamento de Estado, sublinhando que estes lançamentos “ameaçam” os vizinhos da Coreia do Norte e “minam a segurança regional”.

Ele acrescentou: “Continuamos comprometidos com a abordagem diplomática e apelamos à Coreia do Norte para o diálogo”. O porta-voz sublinhou que “o nosso compromisso com a defesa do Japão e da Coreia do Sul continua firme”.

O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul disse que a Coreia do Norte disparou vários mísseis balísticos em direção ao Mar do Leste, também conhecido como Mar do Japão.

O Japão também confirmou os disparos.

O chefe da diplomacia norte-americana, que chegou a Seul na noite anterior, reuniu-se na manhã de segunda-feira, longe da imprensa, com o presidente sul-coreano, Yeon Suk-yeol, segundo informou a delegação que o acompanha.



Agência de imprensa francesa

Na segunda-feira, ele também participou da terceira “Cúpula pela Democracia”, iniciada pelo presidente dos EUA, Joe Biden, que acontece em Seul de segunda a quarta-feira. A conferência conta com a participação de autoridades governamentais, organizações não governamentais e membros da sociedade civil.

Blinken disse em breves declarações na abertura da cimeira: “As nossas democracias não podem servir os interesses de poucos, mas devem incluir todos”.

READ  Voo cancelado, casal decide se casar a 37.000 pés no ar

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *