5 vezes quando Gabigol não reagiu bem à reserva, Flamengo, Ceni

Gabigol foi avisado pelo técnico Rogério Ceni que ficaria na reserva do Flamengo contra Brasil, ontem (10), pelo Brasileirão, no Maracanã. Enquanto a bola rolava, o atacante ficou sem chuteiras no banco e ficou com o uniforme de treino até ser repreendido pelo quarto árbitro – as regras do jogo exigem que os suplentes também fiquem de uniforme. O jogador entrou no segundo tempo, mas não conseguiu evitar a derrota de sua equipe, por 2 a 0.

A postura foi encarada pelo ex-zagueiro Fábio Luciano, ídolo rubro-negro e hoje comentarista dos canais da ESPN, em mensagem ao Ceni. “Não é normal ir ao banco, tirar a chuteira e ficar com a camisa de treino. Tem que ficar de uniforme, pronto para entrar em jogo. Então, acho que foi uma provocação do Gabigol para a situação dele ficar no banco. Em seguida, ele é cobrado pelo quarto árbitro e faz a troca. “

Esta não é a primeira vez que Gabigol causar polêmica ao ser listado como uma reserva. O atacante foi personagem em episódios semelhantes em quase todos os lugares por onde passou: na Seleção Brasileira, na futebol Europeu e até o próprio Flamengo nesta temporada.

Sem botas, Gabigol causa polêmica na Itália

Imagem: Filippo Monteforte / AFP

A transferência do atacante para o Inter de Milão não foi boa. Vendido por Santos por 28 milhões de euros (na época R $ 100,6 milhões), o jogador chegou à Itália com status de estrela, mas tinha apenas 20 anos e precisava esperar a vez. Em um jogo contra a Lazio em maio de 2017, Gabigol ficou sem chute no banco e decidiu deixar o local antes mesmo do jogo terminar. O caso ganhou muita repercussão e foi muito bem visto pelos italianos. Então ele teve que se desculpar, mas ele nunca mais jogou pelo time.

READ  Os Estados Unidos ficam com o troféu, um Brasil promissor antes das Olimpíadas

Decepção em Quito

Gabigol na seleção olímpica - Eduardo Anizelli / Folhapress - Eduardo Anizelli / Folhapress
Imagem: Eduardo Anizelli / Folhapress

No início da Era Tite pela Seleção Brasileira, Gabigol foi convocado para os jogos contra Colômbia e Equador nas eliminatórias para o Mundial na Rússia. Na partida de Quito, quando o titular Gabriel Jesus estava cansado, o treinador olhou para o banco reserva e viu o atacante com a testa franzida, demonstrando clara insatisfação com seu estado, enquanto o time começava a reagir desde cedo sob a orientação do ex-Corinthians. treinador. A postura do jogador não foi bem recebida pela comissão técnica, de acordo com Esportes.

Irritação após gol em Fortaleza

Gabigol x Fortaleza - Alexandre Vidal / Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Nesta temporada, Gabigol também tem sido reserva sob o comando de Domènec Torrent e virou notícia depois de ser acionado pelo antecessor de Rogério Ceni. Na partida contra Fortaleza, no Maracanã, pela primeira rodada do Brasileirão, o jogador largou no banco, entrou no decorrer do confronto, fez o gol da vitória e, mesmo assim, saiu de campo irritado. Na ocasião, aparentemente insatisfeito com a decisão do treinador, ele foi ao vestiário sem dar entrevistas e acompanhado pelo vice-presidente de futebol Marcos Braz.

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *