A agência de notícias russa ironiza Pazuello: “bom em logística?”

O general Pazuello, que foi apresentado ao Brasil como “especialista em logística”, virou piada por não poder comprar seringas


Assine o Boletim 247

Sputnik – O Ministério da Saúde fracassou na tentativa de compra de seringas para vacinação contra COVID-19 no Brasil. Acordo firmado nesta terça-feira (29) garante menos de 3% do que é necessário para vacinar a população.

De acordo em formação do Estado de São Paulo, das 331 milhões de unidades previstas, o governo só tem abastecimento para 7,9 milhões, número que corresponde a cerca de 2,4% do total de unidades que a carteira pretendia adquirir. Essa foi apenas a primeira tentativa de Eduardo Pazuello de comprar seringas e agulhas para vacinação no Brasil.

No entanto, ele não foi criticado nas redes sociais por parlamentares da oposição, que criticaram a demora em encontrar seringas, enquanto outros países realizam planos de vacinação.

Dessa forma, o Ministério da Saúde realizará mais um evento, que ainda não foi definido. As agulhas geralmente são adquiridas por estados e municípios. Durante a pandemia, no entanto, o ministério decidiu centralizar essas entradas. A previsão do Ministro da Saúde é iniciar a vacinação contra a COVID-19 no país em fevereiro.

A imunização da população brasileira, porém, ainda depende de uma vacina para obter a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Estima-se que 108 milhões de doses sejam aplicadas no primeiro semestre. Além da vacinação contra o coronavírus, as seringas e agulhas compradas pelo Ministério da Saúde serviria para campanha de imunização contra o sarampo.

No pregão desta terça-feira (29), o ministério buscou ofertas de diversos tipos de seringas e agulhas. Dos quatro itens buscados pelo portfólio, três não apresentavam propostas válidas.

READ  Clube: Marquinhos "não reconhecido pelo seu valor justo" segundo jornalista brasileiro

Nestes casos, os preços oferecidos podem ter ultrapassado os valores definidos pelo ministério ou as empresas não apresentaram a documentação necessária. O quarto item teve lance válido apenas para parte do que foi ofertado.

O conhecimento liberta. saber mais

Você que chegou até aqui, muito obrigado por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 está em TV 247 eles se financiam por meio de sua própria comunidade de leitores e espectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de várias maneiras. Veja como em brasil247.com/apoio

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *