A bandeira do Brasil está super na moda neste verão, mas não agrada a todos: “Pare com suas besteiras” | Tendências

A bandeira do Brasil está super na moda neste verão, mas não agrada a todos: “Pare com suas besteiras” |  Tendências

“Brazilcore” é a grande tendência do verão 2023. O princípio? Use roupas com as cores da bandeira brasileira. Hailey Bieber, Emily Ratajkowski ou Rosalía já sucumbiram a esta nova moda. Apesar de alguma popularidade entre as estrelas e nas mídias sociais, essa tendência vem com algumas críticas duras. Em questão? Para alguns, a bandeira de um país, principalmente quando politizada, não pode virar moda.

Neste verão, a moda está enfeitada com verde, amarelo e azul. Nos últimos meses, as roupas com as cores da bandeira brasileira viraram tendência incontornável nas redes sociais. Caso em questão: no TikTok, a hashtag #BrazilCore já tem 546,7 milhões de visualizações. Este novo estilo convida-se aos camarins das estrelas, em particular Hailey Bieber, Emily Ratajkowski ou Rosalía.

A peça-chave dessa tendência “Brazilcore”? A camisa da seleção brasileira de futebol. A camiseta amarela com detalhes verdes foi particularmente popular entre os torcedores do futebol brasileiro nas décadas de 1980 a 2000, e hoje é a geração jovem que veste com orgulho esta vestimenta. Mas longe das redes sociais e das tendências da moda, as roupas com as cores da bandeira brasileira ganharam conotação política no país.


Uma bandeira politizada

Apoiadores do ex-presidente de extrema-direita Jair Bolsonaro assumiram a famosa bandeira do diamante amarelo durante as eleições de 2018. O ex-líder fez dela o símbolo de sua reeleição. O fenômeno tomou tal magnitude na época que portar a bandeira do Brasil sobre si mesmo era como se aliar a Jair Bolsonaro.

READ  dois mortos após fortes chuvas

Sob o impulso do presidente Lula da Silva, que venceu as eleições presidenciais de 2022, a bandeira do Brasil deveria se livrar de qualquer conotação ligada à extrema direita. Durante sua campanha, o presidente havia prometido devolver a bandeira aos brasileiros. Mas isso é realmente o caso hoje? Nem todos os brasileiros concordam com esse ponto. A partir daí, a tendência “Brazilcore” tem dificuldade de passar para algumas pessoas. Outros acreditam que uma nacionalidade não pode ser transformada em tendência de moda.


Avaliações

Sob uma postagem no Instagram da revista Vogue evocando “Brazilcore”, as críticas vêm de todos os lados. “É uma brincadeira”, indignou-se em particular a modelo brasileira Juliana Nalú. “Excelente maneira de transformar uma nacionalidade (e uma cultura) em fantasia”, “Como transformar um país inteiro em tendência e nem mostrar brasileiras de verdade?”, “País não é estética, pare com seu colonialismo besteira”, dizia um dos outros comentários. De qualquer forma, as estrelas da moda e influenciadores estão determinados a abraçar essa tendência durante todo o verão.





LEIA TAMBÉM

5 marcas belgas de fatos de banho que queremos para este verão

Roupas brancas não são tão legais: aqui está o que você deve (ou não deve) usar quando está quente

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *