Ajuda de emergência bloqueada? Veja como disputar

O Governo Federal voltou a estabelecer novos prazos para contestação do ajuda de emergência para beneficiários cujo benefício foi cancelado.

Nesta semana, a Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informação da Previdência Social) passou a receber solicitações de revisão do benefício. É necessário que o beneficiário esteja atento às datas, pois a solicitação pode ser feita até o final desta semana, dia 18 de dezembro.

Quem pode contestar o pedido?

Nesse primeiro grupo estão aqueles que receberam valores relativos à prorrogação, que são quatro parcelas de R $ 300 que passaram pela revisão da situação cadastral.

Entre os motivos dos cancelamentos está o registro em um emprego, quem passou a receber auxílio ou benefício da previdência social, ou até faleceu.

Para verificar o motivo do bloqueio do benefício, a pessoa precisa fazer um agendamento pelo site da Dataprev. Ao inserir os dados pessoais, será emitida uma mensagem sobre o motivo da decisão do governo.

Como solicitar a disputa?

O desafio pode ser feito através do site da Dataprev. Para solicitar a revisão do benefício, a pessoa não precisa se deslocar até as agências da Caixa, casas lotéricas ou postos do CadÚnico, apenas acessando o site da Dataprev, onde pode ser realizado todo o processo de inscrição.

Dessa forma, o governo vai verificar se houve mudança na situação de quem solicitou o benefício.

Além disso, o governo informou que a segunda situação a ser analisada é a dos beneficiários que tiveram o auxílio de R $ 600 cancelado em função de indícios de irregularidades apontadas pelos órgãos de controle. Para esse grupo, o período de contestação se estende até o dia 20 deste mês.

Aqueles que não foram considerados elegíveis para receber a extensão da ajuda de emergência podem contestar a decisão entre os dias 17 e 26 de dezembro.

READ  Auxiliar vê melhor jogo com o Inter após a chegada de Abel, mas aponta para indecisão na derrota para o Boca | Internacional

Bolsa família

Os cidadãos inscritos no Bolsa Família também terão um novo prazo para contestar a decisão, porém, esse pedido será disponibilizado no dia 20 e termina no dia 29, de acordo com o calendário do governo.

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *