AMÉRICA/BRASIL – Primeiro censo de rádios católicas: uma importante ferramenta de evangelização

AMÉRICA/BRASIL – Primeiro censo de rádios católicas: uma importante ferramenta de evangelização

este

Brasília (Agência Fides) – Reconhecendo o valor do rádio e o importante papel das emissoras católicas na difusão dos valores evangélicos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) aprovou a realização do primeiro censo das rádios católicas no Brasil. De acordo com a nota publicada pela CNBB, recebida pela Agência Fides, o censo será uma importante ferramenta para o trabalho missionário. “Uma oportunidade para promover a unidade, crescer juntos como Igreja e comunicar de forma mais eficaz e direcionada”, diz a carta enviada pelos organizadores do censo às rádios católicas.
A pesquisa, que será realizada online, abrange as rádios católicas, sejam comerciais, educativas ou comunitárias; pertencentes a arquidioceses, fundações, associações, paróquias, congregações religiosas, etc. O objetivo é compreender como as rádios se organizam, onde estão localizadas, o que fazem, bem como traçar um panorama da real situação desses meios de comunicação, comuns e desafios particulares, e a oportunidade de encontrar vias de apoio mútuo.
“O espírito sinodal é o que o Papa Francisco nos pede. Caminhar juntos e em comunhão é necessário! Ações comuns, o compartilhamento de experiências, a união de forças e estratégias para fortalecer nossas emissoras e nos permitir integrar nossas rádios e a Igreja no Brasil E isso só será possível graças aos dados obtidos por meio do censo”, disseram os organizadores.
O ano de 2022 marcará os 100 anos das primeiras transmissões de rádio no Brasil. O presidente da Comissão de Comunicação da CNBB, Monsenhor Joaquim Giovani Mol, aproveitou para organizar este censo, pois o rádio é “um veículo que superou as barreiras do tempo e não envelheceu, pelo contrário, o rádio está cada vez mais atual e presente na vida de milhares de brasileiros”. Uma pesquisa revelou que 80% dos brasileiros ouvem rádio. Esses números por si só nos mostram a relevância desse meio, mas de acordo com a pesquisa, esse número é superior em 2 pontos ao do ano anterior, ou seja, o rádio não é apenas muito ouvido, mas também em expansão, indicando que a rádio tem credibilidade, tem nome, inspira confiança nas pessoas. A confiança é, sem dúvida, uma parte importante de nossa missão como evangelizadores através da mídia”.
O censo é resultado de uma parceria com a Rede Católica de Rádio (RCR) e a Signis Brasil. Atualmente cerca de 300 emissoras estão conectadas à RCR e 50 emissoras transmitem o Jornal Brasil Hoje, RCR. (SL) (Agência Fides, 15/06/2022)

READ  Le Maroc 1er fournisseur du Brésil en engrais en décembre dernier


Compartilhar:

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *