Aniversário de Tiananmen | Hong Kong: Victoria Park está desabitado pela primeira vez em 32 anos

(Hong Kong) Um parque de Hong Kong, que tradicionalmente tem sido um local de encontro para o aniversário da repressão na Praça Tiananmen de Pequim, permaneceu vazio na sexta-feira pela primeira vez em 32 anos quando a polícia negou o acesso a ele.


Agência de mídia da França

A polícia ergueu barricadas ao redor do parque e alertou contra todas as aglomerações, evitando, pela primeira vez, a vigília à luz de velas geralmente realizada às 20h00 (horário de Brasília) para comemorar a repressão sangrenta de 4 de junho de 1989 em Pequim.

FOTO ISAAC LAWRENCE, AFP

Qualquer comemoração deste evento é proibida na China, e a região semi-autônoma de Hong Kong foi o único lugar na China onde isso foi tolerado.

Mas, com Pequim enfrentando toda a oposição na ex-colônia britânica, a vigília à luz de velas foi proibida este ano.

Três linhas policiais ao redor do parque bloquearam a entrada, parando e revistando qualquer um que se aproximasse do parque, enquanto alto-falantes chamavam a multidão nas ruas adjacentes para se dispersar.

Diante da impossibilidade de se reunir, alguns residentes de Hong Kong encontraram outras maneiras de comemorar o aniversário.

Jornalistas da AFP em toda a cidade às 20h notaram pequenas luzes nas ruas ou nas janelas, velas de verdade ou tochas de celular.

Outros participaram de serviços religiosos em várias igrejas que anunciaram que abririam suas portas para esta ocasião. “Não sou católica e geralmente não vou à igreja, mas queria estar lá na ocasião, acho importante comemorar esse evento”, explicou à AFP uma jovem que se apresenta simplesmente como Beth.

READ  Taylor Swift na briga eleitoral?

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *