Arizona realiza referendo sobre imigração

Arizona realiza referendo sobre imigração

(Los Angeles) – Autoridades eleitas no Arizona decidiram na terça-feira realizar um referendo sobre o polêmico projeto de lei de imigração, que os eleitores deste estado do sudoeste terão de votar durante as eleições de novembro.


Este projeto de lei, inspirado numa lei do Texas, tornaria a imigração ilegal um crime no sistema judicial deste estado fronteiriço com o México e daria aos juízes locais o poder de expulsar os imigrantes ilegais do país.

Mas nos Estados Unidos, o controlo das fronteiras está sob jurisdição federal nos termos da Constituição.

Esta votação ocorre no mesmo dia em que Joe Biden assinou uma ordem executiva que permite aos Estados Unidos fechar temporariamente a sua fronteira com o México a imigrantes ilegais que procuram asilo.

O projeto de lei do Arizona, apoiado pelos republicanos locais, é o mais recente a abordar a explosiva questão da imigração no estado, onde o aumento do número de imigrantes tem sido fortemente sentido nos últimos anos.

O Arizona é um daqueles estados que pode influenciar as eleições presidenciais em novembro. Em 2020, Joe Biden venceu por apenas 10 mil votos.

Os republicanos esperam que, ao colocar a questão em votação, atraiam apoiadores às urnas e também votem nos indicados do partido, incluindo Trump.

Os democratas esperam unir os oponentes desta medida, enquanto o próprio Joe Biden reforçou a sua política de imigração.

Iowa e Oklahoma também adotaram leis baseadas em parte no Texas.

No Texas, a lei foi suspensa por um tribunal federal de recurso, mas os seus apoiantes dizem que querem continuar a luta até ao Supremo Tribunal dos EUA, que é composto por uma maioria de juízes conhecidos por serem conservadores.

READ  O mundo em imagens | Jornalismo

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *