Brasil reduz sua taxa básica de juros para 2%, um mínimo histórico

Brasil reduz sua taxa básica de juros para 2%, um mínimo histórico

No entanto, Coboom explicou num comunicado de imprensa que a margem para redução adicional era “estreita” e dependeria também da evolução da inflação. Os especialistas esperam que a taxa de inflação atinja 1,63% este ano, o que é muito inferior à meta do governo de 4%.

Leia também: O governo brasileiro alerta para o perigo de “colapso econômico”

“Ainda há espaço para cortar a taxa básica de juros porque a inflação está bem abaixo das expectativas e a atividade económica continua lenta”, disse Alex Agostini, da consultoria Austin Ratings, à AFP.

“Recuperação parcial” da economia

A produção industrial caiu 10,9% no primeiro semestre face aos primeiros seis meses de 2019, apesar de um forte aumento de 8,9% em junho.

Analistas consultados pela pesquisa semanal Focus do Banco Central esperam uma contração de 5,66% do PIB este ano, uma previsão menos pessimista do que há um mês (-6,5%). Coboom evoca uma “recuperação parcial” da economia, mesmo que “os setores diretamente afetados pela quarentena permaneçam pela metade”.

Leia também: A América Latina se tornou a região mais afetada do mundo pela epidemia de Covid-19

O levantamento do confinamento começou na maioria dos estados brasileiros em junho, ainda que o número de mortes diárias devido à Covid-19 continue muito elevado: foram registadas 1.437 mortes nas últimas 24 horas. O limite de 100.000 mortes poderá ser ultrapassado até o final da semana.

READ  Cartel ferroviário brasileiro: Siemens processou, quando será a Bombardier?

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *