Brasil toma decisão radical com Neymar

Brasil toma decisão radical com Neymar

Vencedor da Inglaterra (1-0) e autor de um empate espetacular contra a Espanha (3-3), o Brasil mostrou um rosto bastante atraente nesta pausa internacional. Mas a Seleção está especialmente feliz por ter visto seu pepita Endrick brilhar. Com apenas 17 anos, o madridista conta já com quatro internacionalizações e destacou-se ao marcar os dois primeiros golos pela equipa frente aos Três Leões e à La Roja. O duelo contra os nossos vizinhos ibéricos também foi carregado de simbolismo. Com Endrick, o Merengue, e Lamine Yamal, o Blaugrana, o futebol internacional talvez guarde a rivalidade futura que fará os observadores salivarem.

O resto depois deste anúncio

O status de Neymar vai mudar

No Brasil, uma coisa é certa: a página do Neymar está fechando aos poucos. De qualquer forma, esse é o desejo dos líderes brasileiros. O artilheiro (79 gols em 128 partidas) e passador da história da Canarinha continua sendo um elemento importante dos Auriverdes, mas seu status corre o risco de mudar significativamente quando retornar. Vale lembrar que o moginês das Cruzes sofre com ruptura do ligamento cruzado anterior e do menisco do joelho esquerdo desde o dia 17 de outubro e na partida contra o Uruguai. Após passar por uma cirurgia, Neymar não deve voltar a campo antes do próximo outono. No melhor caso. Resta agora saber em que condições ele se encontrará quando retornar. Para o consultorUOL Milton Neves deveria ser respeitado como uma das lendas do futebol auriverde, mas Neymar parece destinado a uma função de reserva de luxo na seleção nacional.

Ler
JT Foot Mercato: festa polêmica de Dani Alves

“Sejamos justos: Neymar carregou a seleção brasileira de 2010, depois de Dunga, até a Copa do Mundo de 2022, último ato de Tite. Ele ainda conquistou títulos com os amarelos, como a Copa das Confederações de 2013 e os Jogos Olímpicos de 2016. Mas ele teve muito azar, porque a sua geração não o ajudou. Neymar foi um general solitário ao lado de inúmeros soldados de infantaria. Podemos agora dizer com certeza que o “vício de Neymar” acabou. Isso já é um fato. Mas há outra coisa: quando se recuperar da lesão, o jogador de 32 anos voltará a ser titular? Eu não penso assim. Vinicius Jr. é um dos melhores laterais esquerdos do mundo atualmente. O jovem Endrick deverá ser nosso centroavante titular nos próximos 15 anos. E pelo que tenho visto, Rodrygo, que está em uma forma física fantástica. Neymar teria chances de ser titular no ataque, mas acontece que Lucas Paquetá fez uma Copa do Mundo muito boa. E hoje será difícil excluí-lo do time titular de Dorival. Neymar não seria indigno de estar no banco de reservas, o eterno Menino da Vila ainda pode trazer muito para a Seleção Brasileira..

O trio mágico do Real Madrid assumirá o comando

Para outros, como o consultor e ex-jogador Casagrande, mais do que nunca é hora de acabar com a liderança de Neymar. “Não vejo nada do Neymar desde 2018. Cansei de falar isso. Para mim, Neymar jogou futebol até as vésperas da Copa do Mundo de 2018. Depois preferiu rolar no chão e virou meme no mundo todo. É um fato. Até 2018, ele não decidiu nenhuma partida. Os resultados de Neymar são terríveis. Sem compromisso com os treinos, lesões no tornozelo, excesso de peso… Não creio que Neymar volte à boa forma. Neymar começou a declinar quando passou a se considerar um camisa 10 e quis jogar no meio. Quando ele era ponta-esquerda, destruiu tudo em seu caminho. » Só que hoje é difícil desalojar Vinicius Junior da sua ala esquerda.

Diante desta observação, a tendência se confirma. No Brasil, o plano é claro: devemos preparar a Seleção agora para não depender mais de Neymar. Isto é o que revela ESPN Brasil que afirma que certos dirigentes do futebol auriverde como Rodrigo Caetano querem parar de apostar tudo no seu famoso número 10. A ideia não é sancionar Neymar, mas aliviá-lo desse peso quando ele retornar. Aguardado como o messias durante as Copas do Mundo de 2014 (realizadas no Brasil) e 2018, Neymar terminou a primeira em maca e se obrigou a participar da segunda, apesar de uma grave lesão no tornozelo ocorrida durante um PSG-OM. O surgimento de Endrick foi, portanto, logicamente recebido como uma excelente notícia. Principalmente porque em breve jogará ao lado de Vinicius Junior e Rodrygo em Madrid. Um novo argumento significativo para a Seleção, que tem vários trunfos importantes para brilhar sem Neymar agora convidado a deixar as chaves do caminhão para o jovem triunfante.

READ  Itália suspende voos do Brasil após nova variante do coronavírus | Coronavírus

Bar. O
Atualizar

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *