campanha de vacinação contra dengue lançada após explosão no número de casos

campanha de vacinação contra dengue lançada após explosão no número de casos

Quase 400 mil casos prováveis ​​de dengue foram registrados no Brasil durante as primeiras cinco semanas do ano, quatro vezes mais do que no mesmo período do ano passado.

Depois de uma explosão de casos desde o início do ano que desencadeou um alerta sanitário no país, principalmente nas metrópoles do Rio de Janeiro e São Paulo. O Brasil lançou uma campanha de vacinação gratuita contra a dengue na sexta-feira.

Foram registrados 395.103 casos prováveis ​​de dengue nas primeiras cinco semanas do ano, quatro vezes mais que no mesmo período do ano passado, segundo os últimos números do Ministério da Saúde. As autoridades também relataram 53 mortes confirmadas e estão analisando outros 281 casos suspeitos.

O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer a vacina contra dengue como parte de seu sistema público de saúde.

Um primeiro lote de 712 mil vacinas enviado

O governo lançou oficialmente a campanha de vacinação durante cerimônia em Brasília liderada pela ministra da Saúde, Nísia Trindade. “Mesmo que não houvesse surto, iniciaríamos essa vacinação porque a dengue é um problema de saúde há muito tempo”, disse ela.

“Esperamos que o ano termine com número recorde de 4,2 milhões de casos”, temia a secretária de Vigilância do Ministério da Saúde, Ethel Maciel.

A vacinação com a vacina Qdenga, produzida pelo laboratório japonês Takeda, começa nas crianças de 10 e 11 anos, e será gradualmente alargada aos pacientes até aos 14 anos. dando prioridade a esta faixa etária em que se observa a maior taxa de internação.

Um primeiro lote de 712 mil vacinas foi enviado para 315 municípios. O objetivo é vacinar cerca de 3,2 milhões dos 203 milhões de habitantes até ao final do ano. O governo também estuda a possibilidade de poder produzir a vacina Qdenga no Brasil.

READ  Diego Lugano arrasa a arbitragem brasileira - Brasil - J30 - Corinthians-Santos (1-1)

Mais de 5.000 mortes em todo o mundo em 2023

Segundo as autoridades, a explosão de casos de dengue se deve principalmente à presença de cepas, ou sorotipos, da doença que não circulam há anos no Brasil e aos picos de calor extremo.

“Estamos presenciando uma antecipação de casos que não havíamos vivenciado nas últimas epidemias de dengue, devido à circulação de quatro sorotipos ao mesmo tempo no país. Alguns deles não circulavam no Brasil há 15 anos”, disse Ethel Maciel.

Diante do aumento dos casos de dengue, São Paulo e Rio de Janeiro, as duas cidades mais populosas do Brasil, implementaram medidas preventivas às vésperas do lançamento do carnaval, que atrai turistas de todo o mundo.

Em todo o mundo, mais de 5,5 milhões de casos e 5.000 mortes por dengue foram notificados em 2023, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). O Brasil foi responsável por 68% dos casos nas Américas.

Mais Lidos

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *