COVID-19: queda nas taxas de transmissão e ocupação de leitos em BH – Gerais

COVID-19 acelerou em BH e em todo o estado. A população deve manter medidas preventivas como distância social e higiene (foto: Alexandre Guzanshe / EM / DA Press)
O boletim epidemiológico, divulgado pela Prefeitura de Belo Horizonte nesta quinta-feira (10), mostrou um permanece pelo segundo dia consecutivo taxa de transmissão COVID-19 na capital. No boletim desta quarta-feira (9), o indicador estava em 1,06. J esta quinta-feira, caiu para 1.04.

Isso significa que 100 pessoas infectadas transmitem COVID-19 para outras 104. Em novembro, o índice chegou a 1,13, o limite superior desde julho. O indicador está na fase de controle quando é abaixo de 1.

Segundo o boletim, o capital responde por 56.948 casos confirmados do novo coronavírus e 1.723 mortes. Nas últimas 24 horas, BH relatou 20 mortes por COVID-19.

Entre os mortos, 957 são homens e 766 mulheres, com 97,2% apresentado algum fator de risco e / ou comorbidade. Entre eles, 1.421 idosos (acima de 60 anos), 840 cardiopatas, 613 diabéticos, 332 pneumáticos e 274 com obesidade.

A taxa de casos confirmados por 100 mil habitantes, que foi de 96,7, subiu a 99,4. A margem de segurança estabelecido pelas autoridades de 20 casos por 100 mil habitantes.

Prefeitura leva em consideração
O município leva em consideração a rede SUS e o suplemento (foto: Divulgao / PBH)

OCUPAÇÃO DE CAMAS

A taxa de ocupação de leitos de UTI e enfermarias específicas para COVID-19 Luz cair desde o último saldo. Naquela quarta-feira, os números eram de 58,1% (UTI) e 49,9% (enfermaria). No boletim desta quinta-feira, a taxa de 56,9% e 49,6%, respectivamente.

MINAS CONSCIENTES

Em todo o estado, existem 453.364 casos confirmados de coronavírus e 10.499 mortes. Das cidades com menos de 30 mil habitantes, 397 municípios tiveram incidência de 50 casos por 100 mil habitantes.

READ  Biel discute e amaldiçoa a produção do reality show 'A Fazenda'

OU O QUE OU CORONAVRUS?

Os coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019 na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes a resfriados ou gripes, mas com risco de piorar, podendo resultar em morte.

COMO COVID-19 TRANSMITIDO?

Através de dois coronavros geralmente ocorre por via aérea ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirros, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como tocar ou apertar as mãos, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

COMO PREVENIR?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço na frente da boca e, frequentemente, usar água e sabão para lavar as mãos ou álcool gel após contato com as superfícies e pessoas. Em casa, tome precauções extras contra COVID-19.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DO CORONAVRUS?

Confira os principais sintomas de pessoas infectadas com COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarréia

Em casos graves, as vítimas têm:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda grave
  • Falência renal
Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentar a cada semana à medida que os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

MITOS E VERDADES SOBRE VRUS

PARA SABER MAIS SOBRE O CORONAVRUS, LEIA TAMBÉM:

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *