“Foi importante vir rezar por quem nos protege”: Rio de Janeiro comemora 90 anos do Cristo Redentor

“Foi importante vir rezar por quem nos protege”: Rio de Janeiro comemora 90 anos do Cristo Redentor

Mais alguns passos, enfim uma loja de souvenirs e, finalmente, chegada aos pés do ‘Cristo Redentor’, a famosa estátua que domina o Golfo do Rio e que a cidade festejou no dia 12 de outubro os 90 anos. Pela primeira vez em dez dias, não choveu. Tem até um solzinho, para alegria de José, instalado atrás da caixa registradora da loja. Vestindo uma camisa pólo verde estampada com o popular ponto turístico, é simplesmente um “privilégio” para ele ocupar o cargo. “Esse monumento é conhecido em todo o mundo, é até o mais simbólico do Brasil, e vejo isso todos os dias!”

Entre os turistas que se ocupam em se fotografar diante de Cristo de braços abertos, ou perto dos macacos correndo na grade, alguns não sabem a data da lembrança. Mas outros vieram especialmente. Na entrada da igreja localizada na parte de trás do pedestal, três mulheres e três gerações da mesma família, que moram em São Paulo, contam que planejaram essa viagem há muito tempo, “a primeira desde o início da epidemia”. “Faz sete meses que não saímos de casa, detalha Monica, 50 anos, a voz dela é cheia de emoção. Então, foi importante vir aqui, rezar aos pés de quem nos protege, com minha mãe e filha , e para agradecê-lo por ser saudável. É um momento realmente comovente. “

Duas mulheres saem da igreja, uma delas está chorando, elas caem nos braços uma da outra. “Aqui estão vocês,” Monica acrescenta, acenando para eles. É muito intenso para muitos de nós. “

Leia também > A prisão de dois franceses, incluindo Clemente Dumas do Guerreiro Ninja, após a escalada do Cristo Redentor

READ  No Brasil, o desmatamento na Amazônia atingiu seu maior nível desde 2008

Localizada a 710 metros acima do nível do mar no Corcovado, esta estátua de concreto de 38 metros é um dos muitos relevos do Rio e foi inaugurada em 12 de outubro de 1931, dia de uma das festas religiosas mais importantes para os católicos do país, e desde então se tornou público. Feriado. Sua primeira pedra foi lançada em 1922, para comemorar o centenário da independência do Brasil. O designer Heitor Da Silva Costa demorou mais nove anos a atingir os seus objectivos, com a ajuda do escultor francês Paul Landowski, responsável pela confecção das mãos e do rosto do enorme “Cristo”.

Tendo se tornado um símbolo do Rio de Janeiro e, a fortiori, para o Brasil, o Cristo Redentor atrai cerca de dois milhões de turistas a cada ano. Ou pelo menos atraída, até 2020, e fechada por cinco meses, entre março e agosto, por conta da epidemia de Covid-19. Danificado regularmente por intempéries e principalmente por raios, o monumento foi alvo de reformas entre março e junho de 2021, embora permanecesse aberto ao público, por US $ 3,5 milhões (3 milhões de euros). Mais dois motivos para fazer deste aniversário um ícone.

Quatro dias de festividades abertas a todos

Na Catedral de São Sebastião, no Rio de Janeiro, onde as festas duram quatro dias, optamos por fazer questão de acompanhar quem mais sofreu. Em um país particularmente atingido pelo vírus Covid, onde quase 600.000 pessoas morreram, e enquanto 5 milhões de pessoas caíram abaixo da linha da pobreza entre 2019 e 2020, há muito mais. Com atividades sociais e gratuitas, o Padre Omar, grande figura carioca e decano do Santuário do Cristo Redentor, quer ser “uma extensão dos braços do Cristo Redentor que acolhe a todos sem discriminação”. Há mais de um ano, ele trabalha com sua equipe neste aniversário, com o objetivo de lembrar que este Cristo “representa para o povo brasileiro, desde a sua construção, um símbolo de fé e esperança”.

READ  A missão estratégica de Marrocos no Oceano Atlântico! - Le7tv.ma

Clara, Luisa e Maria Fernanda, três adolescentes de bochechas rosadas e olhos carregados de rímel, vieram curtir os tratamentos de beleza e vestiram com orgulho as quatro novas tranças coladas na lateral da cabeça. “Na praia, uma pigtail custa 10 reais (1,60 €), e não podíamos ter conseguido tantos! Luísa grita. Eles têm aula nos dias seguintes, mas com certeza, neste final de semana, eles estarão lá de novo.

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *