Fórmula 1: Max Verstappen continua imperial no Brasil

Fórmula 1: Max Verstappen continua imperial no Brasil

imparável. Max Verstappen (Red Bull) venceu com facilidade a corrida sprint do Grande Prêmio do Brasil do Mundial de Fórmula 1 neste sábado, 20ª rodada da temporada entre 22, disputada no circuito de Interlagos, em São Paulo.

O holandês, que já conquistou este ano o terceiro título mundial, venceu o britânico Lando Norris (McLaren) e seu companheiro de Red Bull Sergio Perez, que conseguiu afastar seu principal rival do segundo colocado do campeonato, Lewis Hamilton, apenas sétimo .

No circuito brasileiro, o pole-sitter Norris não resistiu por muito tempo ao ataque “Mad Max”: em segundo lugar do grid ao volante de seu Red Bull, Verstappen controlou esta corrida de 24 voltas desde a primeira curva.

“Foi importante começar. Depois o holandês explicou no final que era tudo uma questão de gestão, 24 voltas com um jogo de pneus é muito tempo.

Largando de terceiro, Perez – que já caiu para quinto no início da corrida, atrás de Lewis Hamilton (Mercedes) – rapidamente recuperou a vantagem sobre o britânico.

“Não tive um começo fácil, perdi meu lugar para George [Russell, Mercedes] E outro contra Lewis [Hamilton]. declarou o mexicano, que veio a São Paulo para assinar seu melhor desempenho em corridas desde o Grande Prêmio da Itália, em setembro (terminou em segundo).

No campeonato, Perez, segundo com 246 pontos, dá um pouco de espaço para respirar à frente do terceiro colocado Hamilton (222 pontos) – quatro pontos atrás do heptacampeão mundial. Os dois homens têm agora uma vantagem de 24 pontos no Grande Prémio de domingo, com até 26 pontos a serem recuperados por uma vitória (25 pontos) e melhor volta da corrida (1 ponto).

READ  Modric VIII, Pirlo V, Xavi III... Os 10 melhores meio-campistas de todos os tempos

Um pouco de ar para Perez

O desempenho é uma lufada de ar fresco para Perez, que tem lutado e muito longe do alvo contra seu forte companheiro de equipe Verstappen.

Enfrentando dificuldades, rumores crescentes nas últimas semanas sugeriram que o mexicano poderia deixar a Red Bull no final da temporada, um ano antes do final do seu contrato.

Russell e o piloto de Mônaco Charles Leclerc (Ferrari) completaram os cinco primeiros. Eles são seguidos pelo japonês Yuki Tsunoda, que terminou em sexto atrás de Hamilton, dirigindo seu modesto carro AlphaTauri.

Outra equipe AlphaTauri, Daniel Ricciardo, é o nono. O australiano não conseguiu somar pontos nos oito primeiros (oito para o primeiro lugar e um para o oitavo lugar).

Os dois franceses dos Alpes, Pierre Gasly e Esteban Ocon, últimas vítimas de uma saída violenta da pista após colidir com o espanhol Fernando Alonso durante a qualificação no início do dia, ficaram em 13º e 14º, respectivamente.

O Grande Prêmio do Brasil é a sexta e última etapa do ano a contar com formato sprint.

Nas corridas de velocidade, a qualificação é antecipada para sexta-feira e apenas determina o grid de largada para a grande corrida de domingo. O sábado é dedicado à corrida de velocidade, que tem sessão de qualificação própria.

Se marcar o melhor tempo de qualificação no sábado para a corrida sprint, Norris só largará do sexto lugar no domingo, uma larga margem atrás de Verstappen, que venceu a 31ª de sua carreira na sexta-feira em Interlagos.

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *