Incêndios devastam a maior zona húmida do planeta, muitos animais em perigo

Incêndios devastam a maior zona húmida do planeta, muitos animais em perigo

O Pantanal, a maior área úmida do planeta, está sofrendo vários incêndios violentos. A vida selvagem que ali vive corre grande perigo, ameaçada pela fumaça e pela fome.

A maior zona húmida do planeta devastada pelas chamas. O Pantanal, uma região geralmente exuberante no extremo oeste do Brasil, tem sido assolado por intensos incêndios florestais há vários dias. Esse fenômeno também destrói diversas faunas locais, incluindo onças, tucanos, macacos e até grandes répteis.

Localização do Pantanal no Brasil, vítima de grandes incêndios em novembro de 2023. – Google Maps

Mais de 260 mil hectares de vegetação já viraram fumaça, enquanto as chamas continuam a crescer devido aos ventos muito violentos e às altas temperaturas – mais de 40°C no final da manhã. Esses fatores combinados com uma seca significativa no hemisfério sul fizeram com que o número de queimadas explodisse.

“Tantos incêndios não são normais”

Segundo a Agência Brasileira de Pesquisas Espaciais (INPE), citada por Notícias da CBSforam 2.387 focos de incêndio no Pantanal nos primeiros 13 dias de novembro, um aumento de mais de 1.000% em relação a todo o mês de novembro de 2022.

“O Pantanal é uma região acostumada com queimadas. Normalmente, ele se regenera naturalmente. Mas tantos incêndios não são normais”, explica o biólogo Gustavo Figueiroa, presidente da associação ambientalista SOS Pantanal, ao canal americano.

Já em 2019, a área foi destruída pelas chamas. Os especialistas temem que estes fenómenos estejam demasiado próximos para permitir que o ecossistema se recupere.

Segundo os especialistas em clima, as alterações climáticas intensificam eventos extremos, como incêndios florestais, mas também secas. O último relatório dos especialistas do IPCC destaca que a probabilidade de “incêndios florestais catastróficos” deverá aumentar entre 30% e 60% até ao final deste século.

READ  A história da colonização humana do Brasil para revisar?

Um cemitério a céu aberto

A vida selvagem significativa que vive nesta área está ameaçada. Milhares de animais já morreram por causa das chamas, outros “morreram por inalação de fumaça”, como explica o veterinário Aracelli Hammann.

Um crocodilo morto é visto enquanto incêndios florestais assolam o Pantanal em Porto Jofre, estado de Mato Grosso, Brasil, em 11 de novembro de 2023. – Rogério FLORENTINO / AFP

A exposição direta às chamas e à fumaça não é a única responsável pela catástrofe que se aproxima para este ecossistema. A fome resultante corre o risco de causar grandes danos. O veterinário viu muitos animais mortos, incluindo insetos, répteis, anfíbios e pequenos mamíferos.

Uma “parte da cadeia alimentar invisível” é destruída. A vida selvagem corre assim o risco de um “efeito dominó”, um colapso da base para o topo, que poderia pôr em perigo a população de onças-pintadas.

Laetitia Rossi com Tom Kerkour

Principais artigos

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *