justiça eleitoral multa Lula após vídeo criticando Bolsonaro em 2022

justiça eleitoral multa Lula após vídeo criticando Bolsonaro em 2022

O Presidente brasileiro terá de pagar uma multa de cerca de 45 mil euros por “promover propaganda eleitoral negativa na internet”.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil multou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a sua coligação eleitoral em 250 mil reais (cerca de 45 mil euros) por um vídeo criticando o seu adversário Jair Bolsonaro durante a campanha presidencial de outubro. 2022.

O TSE “considerou admissível” uma denúncia apresentada por Jair Bolsonaro por “promoção de propaganda eleitoral negativa na internet”, podemos ler num acórdão deste tribunal consultado esta terça-feira, 30 de abril, pela AFP.

Durante esta eleição, o ex-presidente de extrema direita (2019-2022) fracassou na tentativa de reeleição ao perder para Lula no segundo turno.

“Incompetente”, “mentiroso” e “desumano”

Durante as campanhas eleitorais no Brasil, é permitido o uso de promoção de conteúdo na internet – que consiste em pagar para aumentar sua visibilidade em uma plataforma – para destacar uma candidatura, mas não para criticar um adversário político.

O vídeo em questão, promovido no YouTube pela coligação eleitoral de Lula (que inclui vários partidos de esquerda e centro), compila declarações polémicas de Jair Bolsonaro enquanto uma narração o descreve como “incompetente”, “mentiroso” e “desumano”.

Em outubro de 2022, a juíza Cármen Lúcia, integrante do TSE, já havia ordenado a retirada deste vídeo da plataforma.

A campanha eleitoral de 2022 foi particularmente prejudicial, com ataques e desinformação de ambos os lados.

Jair Bolsonaro foi declarado inelegível pelo TSE em junho de 2023 por ter divulgado informações falsas sobre o sistema de votação eletrônica utilizado no Brasil.

Mais Lidos

READ  Brasil: o Lab' da Alliance Française de São Paulo

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *