Lapartien acredita que a França ganhará 20 medalhas de ouro

Lapartien acredita que a França ganhará 20 medalhas de ouro

Aurélie Sacchelli, Media365 Postado na terça-feira, 19 de setembro de 2023 às 18h59.

O presidente do CNOSF, David Lapartien, mencionou na terça-feira durante o dia “Demain Le Sport” que a delegação francesa tinha potencial para ganhar 20 medalhas de ouro durante as Olimpíadas de Paris 2024, o que constituiria um recorde.

Após 311 dias, a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos será realizada em Paris, e a delegação francesa espera aproveitar estes jogos no seu território para bater todos os recordes, especialmente em termos de medalhas de ouro. Na terça-feira, o dia “Demain Le Sport” foi realizado na Maison de la Radio em Paris, na presença do presidente do CNOSF, David Lappartient, e do diretor do INSEP, Fabien Cannot, que afirmaram que as ambições francesas eram muito altas para estes atletas olímpicos de 2024. Recordes são feitos para serem quebrados, não vamos lá para aumentar os números, mas para vencer. São possíveis vinte medalhas de ouro, e foram doze nos últimos Jogos. (…) O principal é a medalha de ouro. “Ele é alguém que tem compromisso no Dia D na hora certa”, lembra David Lappartint. Em toda a sua história olímpica, a seleção francesa nunca conquistou mais de quinze medalhas de ouro, durante as Olimpíadas de Atlanta em 1996. Desde então, o número de títulos olímpicos diminuiu (treze em 2000, onze em 2004) e sete em 2008. ). Antes de subirem e se estabilizarem (onze em 2012 e dez em 2016 e 2021).

O Japão ganhou mais 15 medalhas de ouro ao sediar os Jogos Olímpicos

Será que os Blues conseguirão surpreender seus artilheiros no próximo verão? Fabian Cano confirma de qualquer forma que tudo será implementado, através de meios financeiros (criação da Agência Nacional do Desporto…), logísticos (ingressos para familiares…) e materiais (agora treinos em argolas, tatames ou tênis de mesa). ). Mesas de Pong utilizadas durante jogos, etc.) ou em termos de preparação mental. “O que importa é o número de medalhas de ouro e sabemos muito bem que precisamos de cerca de vinte medalhas e isso é jogável”, afirma o diretor do INSEP. Todos os países organizadores dos Jogos Olímpicos viram o seu número de medalhas aumentar e não há razão para que tal não aconteça com a França.“Por exemplo, o Japão subiu de 12 para 27 medalhas de ouro entre 2016 e 2021, o Brasil de 3 para 7 entre 2012 e 2016, a Grã-Bretanha de 19 para 29 entre 2008 e 2012, e a China de 32 para 51 entre 2004 e 2008. Para Blues para seguir este exemplo!

READ  Ex-jogador do Marselha Luiz Gustavo está prestes a retornar ao Brasil

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *