Lula formaliza candidatura de Belém para sediar a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP30) em 2025

Lula formaliza candidatura de Belém para sediar a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP30) em 2025

Com a eleição de Lula, o Brasil voltou à cooperação internacional para combater as mudanças climáticas. Assim, o país formalizou, na quarta-feira, a nomeação da cidade de Belém, porta de entrada da Amazônia, para sediar a Conferência do Clima das Nações Unidas em 2025.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou em vídeo publicado no Twitter que “o Itamaraty (sede do Ministério das Relações Exteriores em Brasília) escolheu a cidade de Belém para concorrer à candidatura para sediar a 30ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas”.

Enorme aumento no desmatamento

Este anúncio faz parte dos esforços de Lula para dar ao Brasil um papel de liderança global no campo da proteção ambiental, após anos de atrito com a comunidade internacional. Durante os seus quatro anos de mandato, o ex-presidente Jair Bolsonaro promoveu políticas que favorecem o agronegócio e o setor mineiro, o que levou a um aumento maciço da desflorestação.

Em novembro passado, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27) organizada em Sharm El-Sheikh, no Egito, Lula, então presidente eleito do Brasil, anunciou seu desejo de organizar a conferência sobre o clima de 2025 na região amazônica. O chefe de Estado, que assumiu pela terceira vez a presidência do país, no dia 1 de janeiro, referiu que “comprometi-me no Egipto, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP27), à possibilidade de realizar a Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas”. Conferência (COP30) no Brasil”.

Por seu lado, Emmanuel Macron manifestou o seu apoio a esta proposta. “Espero muito que possamos realizar uma COP na região amazônica, por isso apoio totalmente esta iniciativa do presidente Lula”, declarou na época.

No videoclipe veiculado nesta quarta-feira, Lula apareceu ao lado do governador do Pará, Helder Barbalo, cuja capital é Belém, que tem 1,5 milhão de habitantes. “Belém está aberta para discutir a questão amazônica, discutir o clima global e encontrar soluções”, disse Helder Barbalo. Enquanto se aguarda se este pedido será atendido, a próxima COP deverá ser realizada nos Emirados Árabes Unidos entre novembro e dezembro.

READ  WandaVision Star Elizabeth Olsen addresses the House of M Fan Theory

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *