Mulher leva tio falecido ao banco para tentar levantar milhares de euros

Mulher leva tio falecido ao banco para tentar levantar milhares de euros

” data-script=”https://static.lefigaro.fr/widget-video/short-ttl/video/index.js” >

Erika de Souza Vieira foi presa nesta terça-feira no Rio de Janeiro e pode ser indiciada por tentativa de furto por fraude e lesão à integridade de cadáver.

Uma tentativa de roubo post mortem. Esta é a história de Erika de Souza Vieira, brasileira presa nesta terça-feira, 16 de abril, pela polícia do Rio de Janeiro. Esta última tinha de facto ido ao banco, acompanhada pelo tio, falecido há várias horas numa cadeira de rodas. Seu objetivo era sacar a quantia de 17 mil reais, o equivalente a 3 mil euros, em seu nome, informou a mídia CNN Brasil .

Num vídeo publicado por um jornal brasileiro no X, vemos uma mulher a tentar fazer com que o homem de 68 anos assine um documento, pegando-lhe na mão e simultaneamente segurando-lhe a cabeça. “Tio Paulo, você está me ouvindo? Você tem que assinar. Eu não posso assinar para você», garante, dirigindo-se ao tio para simular uma troca diante dos banqueiros.

Diante da incompreensão dos colaboradores, a jovem continua e tenta tranquilizar: “Ele não diz nada, ele é assim mesmo“. Antes de recorrer a ele: “Assine para não me dar mais dor de cabeça. (…) Se você não estiver bem tio, eu te levo ao hospital. Você quer voltar?“. Em poucos dias, essas imagens se tornaram virais.

A mulher foi detida no local, após a chegada dos serviços de urgência, contactados pela agência bancária. Eles rapidamente declararam que o homem de sessenta anos estava morto há pelo menos várias horas. Ela deveria ser acusada de tentativa de roubo por fraude e dano a cadáver, segundo fontes policiais. Ela pode pegar até 13 anos de prisão.

READ  Pelo menos onze mortos durante fortes chuvas no Rio de Janeiro

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *