Neymar mostra sofrimento durante reabilitação

Neymar mostra sofrimento durante reabilitação

Emmanuel LANGELLIER, Media365: publicado no domingo, 26 de novembro de 2023 às 15h20

Gravemente lesionado no joelho esquerdo pela Seleção no dia 17 de outubro, Neymar publicou um vídeo no qual o vemos em dolorosa reabilitação.

Não vamos vê-lo novamente em campo… Há mais de um mês, Neymar sofreu a maior lesão de sua carreira. Sofrendo de problemas físicos durante a passagem pelo Paris-SG, o camisa 10 se machucou gravemente pela seleção brasileira contra o Uruguai (derrota para a Seleção por 2 a 0) durante as eliminatórias sul-americanas para a Cup du Monde 2026, 17 de outubro. de ruptura dos ligamentos cruzados anteriores e do menisco do joelho esquerdo, Neymar foi então operado com sucesso e, desde então, vem passando por uma reabilitação incansável.

“Pare, pare, pelo amor de Deus!” »

Para voltar a campo o mais rápido possível (mas não antes do final de 2024?), o ex-jogador do FC Barcelona, ​​que foi transferido pelo PSG para o Al-Hilal da Arábia Saudita no verão passado por 90 milhões de euros, passa por intensos exercícios enquanto mostra em um vídeo postado no Instagram. Vemos Neymar sofrendo uma dolorosa reabilitação realizada no sofá ou na cama, além de um pequeno momento de ternura em que segura seu último bebê no peito. O atacante ou meia-atacante faz muita careta e até diz “pare, pare, pelo amor de Deus!” » ao seu fisioterapeuta. Neste vídeo, um dos membros da sua equipe médica destaca que esta primeira fase de reabilitação dura aproximadamente 2 meses. “Trabalhamos muito todos os dias com o objetivo de aumentar a mobilidade dos joelhos, mas também de melhorar a força das pernas”, explica esta pessoa.

READ  Arsenal perto de completar a chegada de Marquinhos… um jovem atacante do São Paulo

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *