O Brasil não se deixa surpreender – Divisão do torneio de qualificação olímpica da Fiba, Croácia 2020

SPLIT (Croácia) – Já faz um mês que Vitor Benite foi eleito MVP da Final 8 da Liga dos Campeões de Basquete, mas ele ainda está em grande forma. O líder brasileiro marcou 15 pontos em três quartos – não entrou em jogo no período final – para levar o Brasil a uma vitória clara contra a Tunísia (83-57), o suficiente para se encher de confiança antes do confronto contra a Croácia.

O técnico Aleksandar Petrovic pode estar extremamente satisfeito com o desempenho de seus pupilos. Eles ganharam um jogo em que nunca estiveram em perigo, o que lhes permitiu descansar suas maiores estrelas, ao mesmo tempo em que proporcionou um tempo de jogo precioso para outros jogadores.

Girando : As quatro primeiras ações ofensivas do Brasil. Marcelinho Huertas e Vitor Benite estiveram envolvidos em cada um deles, Huertas com duas assistências, Benite com uma assistência e uma cesta longa com dois pontos, mandando assim desde o início uma mensagem muito clara à Tunísia: esta dupla ia causar bastante dano.

Os brasileiros também foram eficazes na defesa, limitando a Tunísia a 25 pontos no geral no 2º e 3º trimestres, o que lhes permitiu ampliar uma lacuna que chegou a 30 pontos no último período.

O herói da partida: Vitor Benite é o jogador ideal para o sistema de jogo preconizado pelo técnico Petrovic. O lateral gosta de correr, de marcar, sabe abrir espaço para os companheiros e converter os bons passes que recebe em cestas. Benite terminou o jogo com 15 pontos, incluindo um 3 de 6 na longa distância. Depois de três quartos elegantes, ele finalmente se juntou ao banco, notando com alegria que os substitutos foram perfeitamente capazes de administrar o final da partida. Menção honrosa a Yago Santos, autor de 6 pontos e 8 assistências logo fora do banco.

READ  A solicitação do paciente com covid-19 se torna viral: 'Vou levar para sempre'

O número : O Brasil dominou em todas as áreas do jogo, mas sua defesa dos arremessos de fora foi crucial no segundo tempo, com a Tunísia apenas conseguindo converter 2 de suas 12 tentativas de três pontos voltando do vestiário.

Lembrar : Brasil e Tunísia ainda enfrentam a Croácia. A Tunísia também virou seu banco no 4º período, o suficiente para permitir que um ou outro de seus jogadores ganhasse confiança antes de cruzar o caminho da Croácia em Split. Já o Brasil, idealmente, lançou sua busca pela qualificação olímpica.

Eles disseram :


FIBA

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *