O Nilo pode perder o título de rio mais longo do mundo

O Nilo pode perder o título de rio mais longo do mundo

Num sinal de que a ciência continua a evoluir, a identidade do maior rio do planeta poderá mudar no próximo ano.

Uma expedição composta por exploradores e pesquisadores de diversos países deverá embarcar em uma expedição de cinco meses à região amazônica da América do Sul para avaliar sua verdadeira extensão.

Atualmente, a Enciclopédia Britânica e o Guinness World Records, entre outros, afirmam que o Nilo é o maior rio do mundo.

Segundo diversas fontes oficiais, a extensão do rio Amazonas é estimada em cerca de 6.400 km, enquanto a extensão do rio Nilo é de 6.650 km.

Embora o rio Amazonas seja muito mais largo, ainda é considerado um pouco mais curto que o rio africano.

Liderada pelo explorador e produtor brasileiro Yuri Sanada, a expedição internacional com lançamento previsto para abril próximo percorrerá toda a extensão da região amazônica, cerca de 7 mil quilômetros.

Os membros desta expedição viajarão de barco, a cavalo e em barcos movidos a energia solar.

Utilizando um satélite especializado em mapeamento de rios, o grupo científico pretende comprovar de uma vez por todas que o rio sul-americano é o mais longo do planeta.

A controvérsia sobre a extensão real do rio Amazonas decorre de onde o rio começa. Embora se acreditasse anteriormente que o rio se originava no sul do Peru, um cientista americano afirma ter descoberto uma nova nascente do rio Amazonas localizada no sul do Peru.

READ  Gravação de áudio falsa | A aventura do professor, uma ilustração dos perigos da inteligência artificial

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *