O Six Invitational 2024 no Brasil é a edição da década? “O público vai nos dar um tapa”!

O Six Invitational 2024 no Brasil é a edição da década?  “O público vai nos dar um tapa”!

Uma edição que todos os fãs do game aguardam porque, se o Brasil é o país do futebol, também é a nação do R6S.

Nos quatro cantos do maior país da América do Sul, os gamers estão ansiosos por este jogo. Uma verdadeira religião na terra do samba. E por uma boa razão, se as diferentes regiões de competição são, em sua maioria, continentes ou partes de continentes (Europa, América do Norte, etc.), o Brasil representa uma região por direito próprio. Ainda assim, a escolha da Ubisoft de realocar seu final a cada ano irá encantar alguns e assustar outros.

Muitos dizem que o título não pode escapar às seleções locais, que jogarão numa sala dedicada à sua causa. De qualquer forma, esperemos que eles não experimentem o mesmo trauma que durante a Copa do Mundo de Futebol Brasileiro em 2014…

Será esta a edição da década: comentadores, criadores e jogadores molham-se

Swish, comentarista oficial francês e embaixador dos Wolves, OneShooter, criador de conteúdo e analista atento da cena, e Karmaze, jogador belga e último campeão do Benelux, dão a sua opinião.

Para Swish, Este é o primeiro Six com público fora de Montreal. O público vai dar um tapa na gente porque ele tem uma grinta de verdade, uma personalidade. Eles são verdadeiros entusiastas. Só o fato de ser no Brasil já muda tudo!

A mesma história do lado de Carmaze quem explica que ele “tem uma plateia pegando fogo lá” E “uma comunidade apaixonada”sem esquecer as equipes em“estilo de jogo muito agressivo, que corre o risco de assustar muitas equipes”.

Quanto ao criador do conteúdo, OneShooter admite estar decepcionado por não poder comparecer a esta edição, ele que ainda caminhava pelos bastidores da edição de Montreal em 2023. “Para mim, esta é a edição da década. É histórico que tenha sido transferido voluntariamente para a terra dos esportes eletrônicos. Embora eu possa ser machista, o Brasil e os esportes eletrônicos são incríveis, o público com certeza será incrível!

READ  Escândalo de joias no Brasil: Bolsonaro e sua esposa enfrentam a polícia

Para Swish, O Brasil obviamente tem uma vantagem porque tem a maior comunidade. Primeiro coloco w7m que tem tudo em mãos para alcançar o grand slam somando o Six aos dois majors vencidos. Há também Team Liquid e Faze. Na minha opinião, o G2 (os atuais campeões) e a Europa não têm meios para vencer. Mesmo que eu queira uma surpresa dos nossos lobos franceses”.

Carmaze não se afasta muito deste ponto de vista, mas acrescenta uma pequena mas significativa nuance: “Mesmo que nos últimos dois anos a Europa e a América do Norte tenham dominado a SI, os grandes favoritos deste ano são w7m. Time brasileiro formado por Felipox, Nade, Herdsz, Kheyze e Jv92, a nata do Rainbow Six Siege.” Para ser mais completo, o jogador belga também acompanhará de perto outros times como G2, Los, Liquid, DarkZero e M80.

Também não há alternativa para OneShooter, Acho que o W7M vai vencer esse Six, em casa, diante do seu público”. Mais ainda, segundo ele, pode até haver três seleções brasileiras na final four. Só isso. Mas o seu espírito competitivo ainda o leva a interessar-se por dois adversários: “Vou seguir o Geekay Esports. Gosto desta nova equipa. Assim como o estilo de jogo do Soniq.

Infelizmente, sem belgas para esta edição. Em 2023, relembramos a emoção de Valentin “risze” Liradelfo ao se classificar para a fase final. Mas apesar deste desempenho (5-6), Valentin foi substituído pelos Wolves e finalmente se aposentou do e-sport! Apesar disso, a equipa francófona, recrutada pelo Wolverhampton, clube de futebol da Premier League, está mais uma vez qualificada para o SI. Como única seleção francesa, nossos olhos estão voltados para eles, mesmo que a tarefa pareça árdua, nada é impossível para a turma do Biboo. O objetivo principal será sair das galinhas e então… um mundo de possibilidades se abrirá para elas.

READ  Neymar pensaria em um retorno ao brasil

Fase de grupos: 13 a 17 de fevereiro

  • 20 equipes
  • Partidas em BO1
  • 16 vagas para os play-offs
  • Em estúdio, não aberto ao público

Play-offs: 19 a 21 de fevereiro

  • Partidas BO3
  • 6 vagas para a fase final
  • Em estúdio, não aberto ao público

Grande final: 23 a 25 de fevereiro

  • Partidas BO3
  • Final em BO5
  • Aberto ao público
Seis equipes com convite ©Ubisoft

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *