Patrão confia no caso de Paquita


Lucas Paquetá continua a ser um elemento importante aos olhos de Peter Bosz. Usado 35 vezes na temporada passada (9 gols), o brasileiro tem sido associado a uma possível transferência para a Premier League neste verão. Com contrato com o OL até 2025, foi anunciado pelo L’Equipe como prioridade para Pep Guardiola no Manchester City com o objetivo de substituir Bernardo Silva, que ainda está no FC Barcelona. Assim, dois dias antes do início da nova temporada da Ligue 1 contra o A.C. Ajaccio, na noite de sexta-feira no Estádio Groupama (21h), Peter Boss expressou seus sentimentos pelo meia-atacante, mas também em geral, sua equipe, que foi reforçada pelo excelentes retornos de Alexandre Lacazette (que será o capitão) e Corentin Tolisso em particular.

“Enquanto existir, eu uso”

“Em algum momento os jogadores querem sair, o clube pode querer que alguns saiam, fiquem ou joguem. As coisas estão acontecendo muito rapidamente. Há lesões, suspensões e jogadores que não jogam. Se um jogador está por perto e está treinando bem, ele disse em entrevista coletiva, em comentários escritos por RM. Em reconhecimento à boa parte da temporada que Paquetá alcançou durante o exercício 2021-2022, o técnico holandês estava ciente do impacto do jogador e confirmou seu desejo de contar com ele enquanto ele estiver na força de trabalho. “Claro, ele é um grande jogador no clube, mas Lucas está lá. lá. No início da temporada, as pessoas falam muito sobre sair, talvez um pouco menos no momento. Ele está conosco, está treinando bem. Enquanto estiver lá, eu uso”, Ele disse. Assim deve ser o caso na sexta-feira contra o Ajaccio, a menos que haja uma virada inesperada até lá.

READ  Amistoso: Senegal pode enfrentar o Brasil em junho em Dakar


You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *