Presidente Lula descarta inteligência número dois

Presidente Lula descarta inteligência número dois

As suspeitas de espionagem em torno do clã Bolsonaro estão criando polêmica. De acordo com um aviso publicado terça-feira, 30 de janeiro, às Jornal oficial, O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, demitiu Alessandro Moretti, vice-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).

A Polícia Federal está investigando o segundo serviço de inteligência: suspeita que ele faça parte de uma rede clandestina que usou o spyware israelense FirstMile para espionar ilegalmente centenas de políticos e figuras públicas durante a presidência de Jair Bolsonaro (2019-2022).

Na segunda-feira, a polícia realizou buscas em vários estados brasileiros, nomeadamente na casa e no escritório de Carlos Bolsonaro, vereador do Rio de Janeiro e segundo dos quatro filhos do antigo presidente de extrema-direita.

Leia também | No Brasil, o clã Bolsonaro na mira da justiça por suspeita de espionagem ilegal

“Nunca temos certeza”

A polícia também se dirigiu à residência onde estavam Jair Bolsonaro e três de seus filhos, em Angra dos Reis, cidade litorânea localizada a cerca de 150 quilômetros do Rio de Janeiro. Na ocasião, o ex-presidente reclamou de estar “perseguido” pelo atual governo. ” Isso não faz sentido “Lula respondeu nesta terça-feira durante entrevista à rádio Central Brasileira de Noticias.

Questionado sobre sua confiança na equipe da ABIN, Lula respondeu: “Nunca temos certeza. » Mas ele acrescentou que tinha “grande confiança” ao diretor, Luiz Fernando Correa.

O mundo com AFP

READ  Os Estados Unidos seguem o exemplo da Noruega e do Brasil na igualdade salarial na seleção de futebol

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *