Séverine, um pouco do Brasil na canção francesa

Séverine, um pouco do Brasil na canção francesa

(AFP) – O cantor Severin infunde um pouco de música brasileira na canção francesa com seu álbum “Ca ira, tu voirras”, que apresentou quinta-feira no palco do Francofolies de la Rochelle.

Tem 36 anos e, apesar de anos de experiência no mundo da música, em grupo e depois a solo, o residente da Ile-de-France só deu os primeiros passos nas Francofolies este ano, como residente dos “Chantiers”, aprendendo aquelas sessões de teatro destinadas a jovens artistas.

Seu segundo álbum solo, lançado no início do ano, parece um recomeço para o cantor após intenso questionamento. “Eu me senti um pouco solitário, até meus amigos pensaram que eu tinha acabado com a música”, disse ele à AFP antes do show. “Depois fui passar vários meses sozinho na Vendéia, escrevendo canções.”

Incentivado por Étienne Dahu, ele criou uma música em francês com letras mais pessoais, como o título de “Polly”: “Eu gostaria de gritar como você sem motivo aparente/Insultar as pessoas com razão ou incorretamente. A razão/Ser impulsivo, dramático, patético”, maravilhoso/Mas eu Educado, muito educado…”

Tudo isso traz referências à música brasileira e aos sons que ele descobriu ao se casar com uma brasileira. “Preciso de ‘tropical’ para colocar algumas notas alegres nas minhas músicas, mesmo que o texto não seja necessariamente feliz. É um sentimento que adoro na música brasileira, essa melancolia sempre tingida de alegria de viver.”

READ  Deveríamos “cancelar” Bridget Jones, este filme anti-criminal?

You May Also Like

About the Author: Echo Tenny

"Evangelista zumbi. Pensador. Criador ávido. Fanático pela internet premiado. Fanático incurável pela web."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *