SILÊNCIO DE RÁDIO: Casal de octogenários ainda abandonado por cruzeiro norueguês

SILÊNCIO DE RÁDIO: Casal de octogenários ainda abandonado por cruzeiro norueguês

Um casal americano de 80 anos, que perdeu o embarque em um navio de cruzeiro da Norwegian Cruise Line, foi mais uma vez deixado à própria sorte pela empresa e foi forçado a se defender sozinho para retornar ao navio após dois dias de silêncio no rádio.

“Ficamos no cais sem que ninguém nos dissesse para onde ir. Disseram que já tinham feito reclamação ao capitão do porto, que deveria cuidar de tudo para eles, mas é claro que o navio não nos contatou por dois. dias, o que não estava a seu favor.”

O homem e sua esposa, Claudine Gordon, 81, reservaram lugares no cruzeiro Viva Norwegian da Norwegian Cruise Line, que partiu de Lisboa, Portugal, para comemorar o 85º aniversário do americano esta semana.

Só que na segunda-feira, os entusiastas dos cruzeiros, com cerca de trinta cruzeiros pela frente, poderiam ter participado numa viagem independente de Motril até à cidade de Granada, no sul de Espanha, quando o seu autocarro de regresso foi atrasado pelas inundações. Chuva, disseram à mídia americana.

Eles então teriam informado aos parentes a bordo às 17h45 que estavam por perto, sabendo que o navio de cruzeiro norueguês deveria atracar às 18h. Mas eles só chegaram ao cais às 18h10.

O problema, segundo eles, é que o cruzeiro começou com mais de uma hora e meia de atraso no primeiro dia, e a âncora foi levantada meia hora após a partida durante as duas paradas seguintes, disseram à CNN.

“Então, obviamente, eles nem sempre precisam sair exatamente na hora certa”, observou o octogenário. Nunca deixamos de pegar um navio a tempo no porto. “Não somos pessoas que abusam do sistema.”

READ  A farsa do Grupo dos 77 que quer revolucionar o mundo

Mas o que lamenta sobretudo é o silêncio da empresa, que alegadamente não prestou assistência ao casal, deixando-os sem medicação e sem bateria para os auscultadores durante dois dias.

Foi a filha do casal, Marilee Parker, quem se esforçou para encontrar para eles um voo de Granada para Palma de Maiorca, onde o barco deveria parar na quarta-feira, bem como hotéis e AirBnBs para acomodá-los. enquanto isso.

Porém, no momento do embarque, na quarta-feira, a empresa já havia estendido o tapete vermelho enviando uma limusine BMW para buscar o casal no hotel, antes de acompanhá-los até o gerente geral do barco e depois para o almoço: um “tratamento real” segundo o octogenário.

Por seu lado, a empresa insistiu que o casal chegou com uma hora de atraso ao porto, ultrapassando o prazo para acolher os retardatários, e que tentou contactá-los “várias vezes” nos seus telemóveis, bem como no número de emergência que disponibilizou. para isso. O casal é em vão.

“Não conseguimos falar diretamente com eles, no entanto, trabalhamos em estreita colaboração com as autoridades portuárias locais para organizar a entrada dos hóspedes no navio.

O incidente ocorre apenas um mês depois de oito passageiros de outro navio de cruzeiro terem sido abandonados à própria sorte numa ilha africana, em 27 de março.

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *