uma barreira. Tripulação da Côtes-d’Armor a bordo do próximo Transat Jacques-Vabre. Esportes

Contagem regressiva. Em 7 de novembro de 2021, partida Transat Jacques Fabre será dado Em Le Havre, na Normandia. Devido às condições sanitárias, a chegada não será no Brasil, mas em Fort-de-France, na Martinica.

Na categoria Classe 40, ele representará uma tripulação de divisão Cotes d’Armor. O monocasco será para o capitão licenciado Morgann Pinson e Georges Guiguen no Centro Naval Saint-Cast Le Gildo. O veleiro chama-se Terre Exotique, do nome do patrocinador principal.

Parcerias podem ser estabelecidas com a sala de aula

Ludovic Gouyette, eleito pelo Ministério dos Esportes, é flanqueado pelos capitães George Guiguen e Morgann Pinson. © Quest França

O governo Côtes d’Armor queria apoiar os marinheiros por meio de uma parceria financeira. De um orçamento total de cerca de 65.000 euros, o conselho de administração concedeu 2.500 euros a título de subsídio.

Na quarta-feira, 20 de outubro de 2021, Laurent Joyet, Vice-Presidente de Juventude e Esportes, veio dar apoio comunitário aos dois capitães que estavam no porto de Léger em Saint-Brieuc.

O eleito oficial especificou as aulas que você gostaria de imaginar depois de se aventurar em novembro. Todos os dias, os navegadores enviarão notícias por e-mail, que a administração transmitirá nas redes sociais. Após a corrida, o capitão poderá conversar com os alunos para contar sua história.

“especialmente aproveite”

Morgan Benson e George Jeguin Eles avisaram: o barco deles não seria o mais rápido da corrida. “Somos o dedinho em termos de orçamento. O objetivo será primeiro terminar a corrida e, acima de tudo, divertir-se.”

O capitão, que já se conhecia há muito tempo e já participava da travessia do Atlântico, nunca o tinha feito junto. Portanto, será o primeiro para o qual eles se prepararão em silêncio. “Ainda temos muitas pequenas coisas para trabalhar. Estaremos em Le Havre no início da semana que vem.”

READ  Por que o Neymar foi recrutado pela Fortnite?

Em média, o trânsito leva vinte e três dias. Se conseguirmos terminar antes de 1º de dezembro, ficaremos muito felizes. “

You May Also Like

About the Author: Winona Wheatly

"Analista. Criador. Fanático por zumbis. Viciado em viagens ávido. Especialista em cultura pop. Fã de álcool."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *