ver | Kim Jong Un chora pelas mulheres da Coreia do Norte

ver |  Kim Jong Un chora pelas mulheres da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, lançou um apelo generalizado ao seu povo para que combata a queda da taxa de natalidade no país, chegando ao ponto de chorar no domingo.

• Leia também: Kim Jong Un celebra a “nova era do poder espacial” da Coreia do Norte

• Leia também: As duas Coreias embarcam em uma corrida espacial

Kim Jong Un fez o discurso enfatizando que a taxa de natalidade é “um dever de todos”, disse ele durante um comício para as mães em Pyongyang.

Ele sublinhou que o Estado deve trabalhar com as mulheres para evitar um declínio na taxa de natalidade e concentrar-se em bons serviços para a família, incluindo cuidados infantis.

Um vídeo divulgado pela mídia estatal mostrou uma sala cheia de mulheres usando vestidos tradicionais torcendo entusiasticamente por Kim Jong Un durante a reunião.

O Fundo de População das Nações Unidas estima que nascerão 1,8 crianças por mulher na Coreia do Norte até 2023, um número superior ao de alguns dos seus vizinhos que registam uma tendência descendente semelhante.

No seu apelo emocional, que parece ter sido altamente coreografado, o ditador foi visto a enxugar os olhos com um lenço enquanto se dirigia à multidão, informou o MailOnline.

“Prevenir baixas taxas de natalidade e cuidar bem das crianças são todos os nossos trabalhos de casa que devemos fazer quando trabalhamos com as mães”, disse ele no evento, ao mesmo tempo que instou-as a inculcar os valores do seu Partido Comunista. Em seus filhos.

Muitos dos espectadores, mulheres vestidas com roupas tradicionais coloridas, choraram abertamente junto com seu líder.

READ  África do Sul | Ondas grandes e incomuns atingem a costa da Cidade do Cabo

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *