Vistos, dispositivos e condições de imigração no Brasil

Vistos, dispositivos e condições de imigração no Brasil

O Brasil ainda não possui um sistema de visto eletrônico, mas como cidadão francês você está isento dele devido ao princípio da reciprocidade. Você pode, portanto, permanecer no país por no máximo 90 dias por período de 180 dias. As entradas e saídas do país são autorizadas e ilimitadas desde que não ultrapassem três meses de presença total no território por semestre. É o carimbo no seu passaporte na alfândega que comprovará a sua data de chegada ao país. A extensão da isenção de visto não é possível. Você precisará sair por pelo menos 90 dias antes de poder solicitar novamente uma nova isenção de visto. Caso ultrapasse o tempo de permanência autorizado, você será multado ou até mesmo proibido de entrar no Brasil por seis meses, o que poderá complicar seus futuros procedimentos administrativos no país.

Vistos caso a caso

Existem diferentes tipos de vistos. Os dois mais comuns são o Vitem VI (PVT) e o XIV (Digital Nomad). Cada um deles permite permanecer no país por até um ano, sendo autorizadas diversas entradas/saídas do país. Se suas atividades profissionais exigem o uso de ferramentas digitais (TIC) e você pode exercê-las no Brasil para um empregador estrangeiro, você pode solicitar um visto de nômade digital. Atenção ! Neste caso, você não poderá trabalhar para um empregador brasileiro. Este visto custa cerca de 110€. O processo de candidatura deve incluir um extrato de registo criminal inferior a três meses, um certificado de seguro, uma declaração que ateste a capacidade para exercer a sua atividade profissional à distância, o seu contrato de trabalho ou comprovativo da situação empresarial e comprovativo de rendimentos mensais suficientes.

READ  uma reunião no Brasil num cenário de tensões entre o Ocidente e a Rússia

Uma cota para PVT

Outra solução, para jovens entre os dezoito e os trinta anos, é o visto PVT, como programa de trabalho e férias. Este gergelim permite realizar uma estadia de descoberta cultural no Brasil, trabalhando no local, o suficiente para atender às suas necessidades, mas o trabalho não deve ser o principal motivo da visita. Anualmente é liberada uma cota de 500 vagas. Os contadores são zerados todo dia 1º de janeiro. O tempo de permanência autorizado para um PVT é de doze meses com diversas entradas/saídas autorizadas. Entre as condições, nunca ter usufruído anteriormente de férias de trabalho no Brasil e não estar acompanhado de algum dependente.

Visto de longa duração

Quem quiser se estabelecer por um longo período, ou mesmo definitivamente, no Brasil precisará solicitar um visto de longa permanência. O visto de trabalho exige a apresentação de contrato de trabalho firmado com empresa brasileira, carta-convite da empresa para o Brasil e comprovante de experiência e qualificação profissional. O visto de cônjuge exige o envio de certidão de casamento ou união de facto registada (Pacs), comprovativo de meios financeiros suficientes para satisfazer as necessidades e atestado de bom estado de saúde. Já o visto de aposentadoria também exige comprovação de pensão ou renda regular. Para o visto de família, deverá ser juntado ao arquivo comprovante de parentesco (livro de registro familiar, etc.). Como estrangeiro estabelecido permanentemente no Brasil, também é aconselhável registrar-se na administração tributária brasileira, a Receita Federal. Assim você obterá um número no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Não é obrigatório, mas por vezes é solicitado, por exemplo, ao ativar um cartão SIM para um smartphone ou para reservar um bilhete pela internet.

READ  Brasil: plano de vacinação do governo criticado

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *