Zelensky disse a Biden: “Precisamos parar o agressor ‘russo’ o mais rápido possível”.

O presidente ucraniano pediu, na terça-feira, para “deter o agressor russo” “o mais rápido possível”, durante uma entrevista por telefone com Joe Biden, durante a qual os dois líderes falaram sobre a “intensificação” do ataque russo.

• Leia também: direto | O sexto dia da ofensiva russa

Após esta entrevista, no sexto dia da invasão da Ucrânia por Moscou, Volodymyr Zelensky tuitou: “Acabei de falar com o presidente dos EUA (…) Devemos parar o agressor o mais rápido possível”.

Il aussi été question de l’«intensification par la Russie d’attaques contre des lieux utilisés par des civis en Ukraine, e compreende os bombardeios aujourd’hui à proximité du mémorial de l’Holocauste de Babi Yar», selon de communi Casa.

Zelensky acrescentou que, durante a reunião, os dois presidentes discutiram, entre outras coisas, as sanções ocidentais contra a Rússia e a assistência prestada pelos Estados Unidos e outros países à Ucrânia em assuntos de defesa.

A Casa Branca disse que as sanções “realmente têm um impacto na economia russa”.

O telefonema ocorre quando a Ucrânia enfrenta um grande ataque militar da Rússia, que parece ter intensificado seu ataque à capital, Kiev, e à segunda cidade do país, Kharkiv.

Cinco pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas em um ataque russo na terça-feira a uma torre de TV em Kiev, segundo autoridades ucranianas.

Esta torre está localizada no mesmo bairro que o local de Babi Yar, um vale no qual os nazistas mataram mais de 30.000 judeus em dois dias em 1941. Este lugar é hoje um importante lugar de memória.

READ  O Mar Morto está morrendo: um terço de sua área foi perdido desde 1960

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *