Afeganistão: Tirar fotos é um “grande pecado”, segundo um oficial do Taleban

Afeganistão: Tirar fotos é um “grande pecado”, segundo um oficial do Taleban

A mídia afegã noticiou na quarta-feira que um alto funcionário do Taleban no Ministério da Justiça disse que os dois jornalistas cometeram um “pecado grave” ao tirar fotos.

• Leia também: Afeganistão: A comunidade internacional pretende realizar uma futura reunião com o Talibã

• Leia também: Afeganistão: 25 mortos num deslizamento de terra causado por fortes nevascas

A televisão e as imagens de criaturas vivas foram proibidas durante o anterior regime talibã, de 1996 a 2001. Mas as autoridades talibãs não emitiram uma regra semelhante desde que regressaram ao poder em Agosto de 2021.

“Tirar fotos é um dos maiores pecados”, disse Muhammad Hashim Shaheed Roor, alto funcionário do Ministério da Justiça, durante um simpósio realizado na terça-feira em Cabul, de acordo com fotos divulgadas por vários meios de comunicação na quarta-feira.

Ele acrescentou: “Nossos amigos jornalistas, jornalistas afegãos, ainda estão muito preocupados com este pecado e ainda inclinados à imoralidade”.

As autoridades da província de Kandahar (sul), berço do movimento Talibã, já haviam ordenado aos soldados e funcionários civis que não tirassem fotos ou filmassem videoclipes que mostrassem “criaturas vivas”.

Mas Mahmoud Azzam, porta-voz do governador da província, disse à AFP que esta proibição não inclui a mídia nem o público.

As representações de humanos e animais geralmente estão ausentes na arte islâmica. Mas para alguns muçulmanos, qualquer imagem de criaturas vivas deveria ser proibida.

Muitos meios de comunicação abstiveram-se de publicar imagens de humanos e animais desde que os talibãs regressaram ao poder. No entanto, os ministérios continuaram a publicar fotos de altos funcionários reunidos com dignitários estrangeiros.

READ  Colapso em Baltimore: colunas de pontes bem protegidas em Quebec

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *