Amazônia: Toneladas de resíduos poluem as águas de Manaus – 02/07/2022 às 09:29

Amazônia: Toneladas de resíduos poluem as águas de Manaus - 02/07/2022 às 09:29

Resíduos flutuando na superfície de um canal em Manaus (Brasil), 5 de junho de 2022 (AFP/Michael Dantas)

Em Manaus, a maior cidade da Amazônia brasileira, toneladas de lixo fedorento revestem canais e cursos d’água, uma visão aterrorizante nesta área urbana cercada pela maior floresta tropical do mundo.

Em um bairro pobre da zona oeste da cidade, a escavadeira remove uma enorme quantidade de garrafas, pedaços de plástico e até eletrodomésticos que estão flutuando perto de moradias sobre palafitas.

No sul, não muito longe do porto fluvial, agentes municipais de laranja recolhem lixo no barco e o empilham, para limpá-lo, em uma grande barcaça, no Rio Negro, um dos principais afluentes do barco. Amazonas.

À medida que os níveis de água sobem nessa época, que marca o fim da estação chuvosa, os resíduos às vezes permeiam os galhos das árvores.

Todos os dias, cerca de 30 toneladas de lixo são removidas. Em alguns bairros, o lixo é tão concentrado que obscurece completamente os cursos d’água.

Este fenômeno se repete todos os anos nesta temporada, mas as autoridades indicaram que a situação se agravou nas últimas semanas.

De janeiro a maio, os serviços municipais retiraram 4.500 toneladas de lixo, a maioria reciclável, mas os moradores jogaram na água.

“Aqueles que vivem nas margens jogam latas de lixo diretamente nos canais. Acho que apenas uma em cada cinco pessoas as joga nos lugares certos”, disse à AFP Antonino Pereira, 54 anos, que luta para engravidar. O fedor perto da ponte da cidade.

Para José Rebocas, subsecretário de Serviços de Limpeza da Prefeitura, educar a população vai permitir que a cidade economize 1 milhão de reais (cerca de 180 mil euros) por mês.

READ  Um fanático por café vai trabalhar no Haut-Shippagan

“Essa conscientização é necessária para preservar o meio ambiente”, afirma.

A Amazônia também experimentou um forte aumento do desmatamento, que atingiu um nível recorde no primeiro semestre do ano, removendo mais de 3.750 quilômetros quadrados de floresta.

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *