Coronavírus: últimos desenvolvimentos em relação à epidemia

Coronavírus: últimos desenvolvimentos em relação à epidemia

Postado em: a média :

Paris (AFP)

Novas medidas, novos relatórios e destaques: uma atualização sobre os desenvolvimentos mais recentes na pandemia Covid-19 em todo o mundo.

– Japão: um prolongado estado de emergência –

O governo japonês estendeu o estado de emergência em quatro departamentos na sexta-feira por um período de três semanas até o final de maio, incluindo Tóquio, que deve sediar os Jogos Olímpicos neste verão, e dois departamentos adicionais se juntarão a esse órgão.

O estado de emergência japonês prevê restrições de saúde menos rigorosas do que as existentes em outras partes do mundo. Consiste sobretudo em restringir a actividade de alguns estabelecimentos físicos, designadamente impor o encerramento temporário de bares e restaurantes que servem bebidas alcoólicas, sob pena de multa.

Alemanha: A terceira onda “parece quebrada” –

Na sexta-feira, o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, descartou que a terceira onda de infecção por Covid-19 parecia “quebrada” no país, com uma ligeira diminuição no número de casos.

“O número de feridos está diminuindo novamente, mas ainda está em um nível alto”, disse ele.

– Reino Unido: AstraZeneca por mais de 40 anos –

O comitê científico que supervisiona a campanha de vacinação contra a Covid no Reino Unido recomendou na sexta-feira a limitação do uso da vacina AstraZeneca para pessoas com mais de 40 anos, depois que 242 casos de coágulos sanguíneos foram relatados.

Este comitê, que afirma que os benefícios são ainda maiores do que os riscos associados à Covid-19, já havia alertado em abril que essa vacina, que foi desenvolvida com a Universidade de Oxford, não deveria ser administrada a maiores de 30 anos, quando possível.

READ  O Brasil venceu a Alemanha por 4-2

Austrália: Fronteiras fechadas até o final de 2022? –

O Ministro do Turismo australiano anunciou que a Austrália pode manter suas fronteiras fechadas até o final de 2022 e que a nova onda de infecções em todo o mundo está destruindo qualquer esperança de reabri-las em curto prazo.

O primeiro-ministro anunciou que a Austrália não estenderá sua polêmica decisão para impedir que seus cidadãos retornem da Índia, um país nas garras de uma epidemia muito perigosa.

– Cimeira Social Europeia –

Os líderes da União Europeia reúnem-se a partir das 13h local (12h GMT) sexta-feira no Porto, Portugal, para tentar construir uma Europa mais social após os danos econômicos causados ​​pela epidemia, mas ainda há um longo caminho a percorrer antes de muito tangível realizações Vinte e sete dividido.

– Vacinação tardia na África –

O Escritório Regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a África alertou, quinta-feira, para o risco de uma nova onda do Coronavírus no continente devido ao aumento dos atrasos na vacinação em relação ao resto do mundo.

O escritório regional da OMS afirma que o continente africano responde por apenas 1% das doses de vacinas administradas em todo o mundo, em comparação com 2% há algumas semanas.

– 3,2 milhões de mortos –

A epidemia matou pelo menos 3.258.595 pessoas em todo o mundo desde o final de dezembro de 2019, de acordo com uma avaliação preparada pela AFP a partir de fontes oficiais na sexta-feira às 10h GMT.

Os Estados Unidos são o país com maior número de óbitos (580.064), à frente do Brasil (416.949), Índia (234.083), México (218.173) e Reino Unido (127.583).

Esses números não são insignificantes em nível global. Baseia-se em relatórios diários das autoridades nacionais de saúde, sem incluir reavaliações com base estatística.

READ  “Cabe ao povo haitiano assumir o controle soberano sobre o país”, disse um sociólogo.

burs-ang / cds / mba

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *