Mau tempo no sul do Brasil deixa pelo menos 31 mortos – rts.ch

Mau tempo no sul do Brasil deixa pelo menos 31 mortos – rts.ch

O número de mortos pelas chuvas torrenciais que atingiram o sul do Brasil nos últimos dias, com seu cortejo de enchentes e deslizamentos de terra, atingiu pelo menos 31 mortos e mais de 70 pessoas ainda estão desaparecidas.

Em todo o estado do Rio Grande do Sul, no sul do Brasil, cenas terríveis se repetiram nos últimos dias: chuvas torrenciais, deslizamentos de terra gigantescos e casas afogadas até onde a vista alcança. Para o governador Eduardo Leite, este é o “pior desastre climático” já visto neste estado fronteiriço com o Uruguai e a Argentina.

Na noite de quarta-feira foi declarado “estado de calamidade pública” (nota do editor, correspondente a um desastre natural de magnitude excepcional) na região.

Nesta zona, no extremo sul do país, foram atingidas 154 localidades. De acordo com o último relatório da Defesa Civil, mais de 10 mil pessoas tiveram de abandonar as suas casas, das quais cerca de 4.600 foram levadas para alojamentos.

Esta foto das autoridades brasileiras mostra um homem evacuado pela Força Aérea após ser resgatado de uma área inundada, em 2 de maio de 2024. [AFP / BRAZILIAN PRESIDENCY – RICARDO STUCKERT]

Governo mobilizou “100%”

O Presidente Lula, que se encontrou quinta-feira com o governador em Santa Maria, uma das cidades mais afectadas, prometeu que à região “não faltarão meios” humanos ou materiais para fazer face a esta tragédia.

Ele também garantiu que o governo federal foi mobilizado “100%” para “mitigar o sofrimento devido a este evento natural extremo”.

Mais de 600 soldados deverão ser enviados como reforço para operações de socorro e distribuição de alimentos às vítimas.

Eventos extremos mais frequentes

Em março, o Brasil já foi atingido por uma onda de calor, com a temperatura atingindo um pico de 62,3 graus Celsius no Rio de Janeiro no domingo, 17 de março.

>> Leia sobre isso: Calor recorde de mais de 62 graus é sentido no Rio

READ  No Brasil, as chuvas ainda provocam o aumento do nível dos rios

Segundo especialistas, o aquecimento global está aumentando a intensidade e a frequência dos eventos climáticos extremos que ocorrem um após o outro neste país latino-americano. A situação é ainda agravada pelo fenómeno climático El Niño.

afp/doe

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *