Portugal emprestará o coração do imperador Pedro I ao Brasil

Foram quase quatro meses de negociações para que as autoridades portuguesas acedessem ao pedido do presidente brasileiro Jair Bolsonaro. Por ocasião do bicentenário da independência do Brasil, no próximo dia 7 de setembro, Lisboa anunciou na semana passada que concordou em emprestar por menos de um ano à sua ex-colônia sul-americana o coração do primeiro imperador brasileiro, Dom Pedro Iermorreu em 1834.

Confiada em 1835 à Igreja de Nossa Senhora da Lapa, no Porto, a pedido do próprio soberano, a relíquia “é conservado em formol, em recipiente de vidro”, Explique O Globo. Para chegar lá, “é necessária uma manobra cuidadosa: primeiro, [on utilise] uma chave para retirar uma pesada placa de cobre, depois duas chaves para retirar uma grade, outra para abrir uma espécie de baú e a última fechadura dá acesso ao vaso de prata onde está a urna”especifica o jornal diário do Rio de Janeiro.

Antes de Portugal concordar em emprestar a relíquia do imperador, um “exame de cinco horas foi realizado por peritos do Instituto de Medicina Legal do Porto”quem têm “certificado que o coração poderia sair da igreja da Lapa sem correr nenhum risco”desde que seja enviado para o Brasil “em um ambiente pressurizado”, indica um colunista do jornal em outro artigo. O país sul-americano cuidará do transporte em uso.

READ  Elisabeth Loisel, cabeça de pensamento da Zizou – Liberation

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *