Presidente da Chapecoense Paulo Magro morre vítima da Covid-19 | Chapecoense

Paulo Magro assumiu a Chapecoense em agosto de 2019 – Foto: Marcio Cunha / Chapecoense

Magro assumiu a presidência do Verdão do Oeste em agosto de 2019, quando o ex-presidente Plinio David de Nes Filho, o Maninho, anunciou o afastamento. Em agosto deste ano, o atual mandato da diretoria, válido até o final da temporada, foi estendido por mais um ano.

Em nota, a Chapecoense deplorou a morte de seu presidente e pediu aos torcedores que o usassem nas orações pela família de Magro.

Extremamente consternados e com o coração dominado pela tristeza e incredulidade, relatamos o falecimento do presidente da Associação Chapecoense de Futebol, Paulo Ricardo Magro, ocorrido nesta quarta-feira (30) .⁣

Paulo tinha 57 anos e foi o grande responsável pela retomada da Chapecoense, tanto dentro quanto fora de campo. Com sua coragem, idoneidade e sabedoria, permitiu que a equipe alviverde voltasse a percorrer um caminho vitorioso, pavimentado pela dignidade e pelo trabalho – valores tantas vezes pregados por nosso querido presidente. ⁣

Diante da perda irreparável, o sentimento é de tristeza, mas, sobretudo, de gratidão ao homem que entrou em nossa história e nela se tornou eterno, mais uma vez, reconstruindo-a. ⁣

Neste momento de profunda dor, pedimos aos fãs que se unam em orações pela família e amigos. Que a força que tantas vezes deram ao nosso clube nunca falhe.

READ  Geólogos descobrem que ágata é o lar do Cookie Monster, o famoso personagem da Vila Sésamo

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *