Putin é realmente honesto? | Revista Quebec

Putin é realmente honesto?  |  Revista Quebec

Seja devido a problemas de recrutamento ou impasse atribuível a erros estratégicos e resistência repentina por parte dos ucranianos, o avanço das forças russas foi limitado ontem.

As tentativas dos invasores de cercar a capital Kiev não tiveram sucesso. Não estamos apenas confinados à estabilização das posições defensivas, mas alguns setores, como o setor de Irbin, estão de volta ao controle ucraniano.

A situação é estável no nordeste do país. As cidades de Chernihiv, Sumy e Kharkiv parecem estar descansando e não há grandes operações militares russas.

Enquanto o bombardeio continua no Donbass e há temores de uma intensificação a curto prazo, apenas a cidade de Mariupol é palco do avanço do exército russo.

Como para aumentar o medo da população, a propaganda russa não deixa de enfatizar a presença em Mariupol de Ranzam Kadyrov, um líder checheno sem escrúpulos reconhecido por sua brutalidade.

Esperança ou engano?

A posição das forças no terreno pode explicar a declaração do vice-ministro da Defesa russo no contexto das negociações de ontem na Turquia.

À medida que uma reunião entre os presidentes Zelensky e Putin se desenrola, Alexander Fomin anuncia uma redução drástica na atividade militar em Kiev e Chernihiv.

O que muitos veem como um vislumbre de esperança deixa muitos observadores, inclusive eu, céticos.

Podemos confiar em Vladimir Putin? Essas negociações só podem servir para renovar sua força de trabalho e repensar sua estratégia.

* No final da noite de ontem, o som de explosões de mísseis teria sido ouvido em Kiev, segundo a CNN.

READ  Ucrânia: Projéteis explodem perto do ministro do Interior ucraniano na frente

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *