‘Relacionamento Inapropriado’: O ex-prodígio que virou professor levou um aluno ao banheiro

‘Relacionamento Inapropriado’: O ex-prodígio que virou professor levou um aluno ao banheiro

Uma ex-prodígio de Nova York que se tornou professora de química pediu demissão no ano passado depois de se envolver em um “relacionamento inapropriado” com um aluno da escola de Manhattan onde lecionava, descobriu uma investigação.

Shoshanna Leffler, 37 anos, era uma aluna estrela em uma escola do Bronx, onde ela e seu irmão gêmeo, Abba, estavam entre os 300 semifinalistas do Intel National Science Talent Search.

No entanto, Leffler foi fotografada em fevereiro de 2023 levando uma estudante de 17 anos ao banheiro da escola onde ela lecionava, a Escola Secundária de Profissões e Ciências da Saúde, no bairro de Fort George, em Manhattan.

Uma câmera de vigilância localizada na escadaria da escola filmou inicialmente Dona Leffler e o aluno – que não foi identificado – “conversando” nos corredores da instituição às 10h35, um minuto após o início das aulas. A comissária especial responsável pela investigação das escolas da cidade, Anastasia Coleman, observou em reportagem obtida pelo New York Post que a adolescente “deveria estar na aula”.

Sete minutos no banheiro

Então o vice-diretor os viu e repreendeu a Sra. Leffler por esse encontro inadequado.

Em vez de encerrar a reunião, a professora levou o menino para o quinto andar do prédio, segundo a reportagem.

Os investigadores concluíram que “procuraram uma sala privada onde as câmeras de vigilância não pudessem gravá-los”. Eles finalmente encontraram um banheiro para funcionários, que tinha a característica única de poder ser trancado.

O encontro no banheiro foi interrompido por sete minutos quando outro membro do corpo docente chegou para usar as instalações.

Assim que este saiu, a Sra. Leffler e o adolescente foram fotografados saindo do prédio separadamente.

READ  COVID-19 | Novas restrições em Pequim, parece uma cidade fantasma

“O que aconteceu nas casas de banho só pode ser especulação”, afirma o comissário. Na verdade, a Sra. Leffler renunciou ao Ministério da Educação sem fornecer uma explicação.

No dia seguinte, a senhora Leffler encontrou o aluno novamente na escada, onde foi fotografada entregando-lhe o que parecia ser dinheiro”, acrescenta o relatório, que especifica ainda que o professor e o aluno saíram juntos da sala.

Os investigadores não encontraram nenhuma evidência de contato entre a Sra. Leffler e o menino nos registros telefônicos do professor.

O estudante não quis testemunhar sobre o incidente.

A Sra. Leffler renunciou durante a investigação e mais tarde se recusou a ser entrevistada, deixando a natureza de seu relacionamento envolta em mistério.

You May Also Like

About the Author: Alec Robertson

"Nerd de cerveja. Fanático por comida. Estudioso de álcool. Praticante de TV. Escritor. Encrenqueiro. Cai muito."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *