João Doria: “No Brasil estamos enfrentando tanto o coronavírus quanto o bolsonarovírus!”

Empreendedor de comunicações, self-made man e ex-apresentador de O Aprendiz – como Trump! – João Doria, 63, foi prefeito da maior cidade da América do Sul, São Paulo, antes de se tornar governador do estado de mesmo nome, que é o mais rico do país.

A crise da Covid-19 e a rápida campanha de vacinação no estado de São Paulo o tornaram o principal rival do presidente Bolsonaro em nível político e sanitário. A tal ponto que alguns já o veem como o futuro chefe de Estado brasileiro.

João Doria, que viveu em Paris durante dois anos na sua infância e mantém um certo domínio da língua de Molière, fala pela primeira vez numa comunicação social francesa. Entrevista.

Oferta limitada. 2 meses por 1 € sem compromisso

L’Express: Vamos primeiro evocar a memória de Bruno Covas, o prefeito de São Paulo que faleceu no início da semana, levado por um câncer estonteante na idade de 41 anos

João Doria: O desaparecimento dele, tão jovem, é uma perda enorme. Bruno, havia feito campanha comigo para conquistar a prefeitura de São Paulo em 2017. Como vice-prefeito, ele trabalhou junto comigo. Então ele me sucedeu quando embarquei na campanha para o cargo de governador do estado no ano seguinte. Bruno tinha talento, coração e ideias. Ele ainda tinha muito a contribuir com a cidade de São Paulo, com o Partido Social Democrata Brasileiro (PSDB), do qual pertenço, e com o Brasil.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, dia 14 de junho de 2020, na prefeitura da maior cidade da América do Sul

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, dia 14 de junho de 2020, na prefeitura da maior cidade da América do Sul

afp.com/NELSON ALMEIDA

Onde está a situação da saúde no Brasil e no estado de São Paulo, que é o mais populoso do país?

O estado de São Paulo é o epicentro da pandemia no Brasil. O primeiro caso foi visto aqui no dia 28 de fevereiro de 2020, quando um turista brasileiro de Milão relatou o vírus. Hoje, a marca dos 15 milhões foi ultrapassada. O motivo pelo qual São Paulo é o epicentro da crise é simples: aqui estão 2 dos 3 principais aeroportos internacionais do país e também o maior porto da América Latina, na cidade costeira de Santos. Além disso, todas as rodovias dos países vizinhos convergem para São Paulo. Finalmente, com 46 milhões de habitantes, de um total de 211 milhões no Brasil, nosso estado é o mais populoso do país. Das 435.000 mortes brasileiras relacionadas ao coronavírus, 104.000 ocorreram em nosso estado.

READ  Flamengo, para a vitória do título no Brasil

Como você lidou com a pandemia?

Em São Paulo, fomos os primeiros a implantar a contenção. A partir de março de 2020, decretei a obrigatoriedade do uso de máscara, ainda em vigor hoje. Essas decisões não são necessariamente populares e têm um custo político para o governador que sou. Mas aqui em São Paulo, respeitamos a ciência, respeitamos a saúde e respeitamos a vida! Infelizmente, não é o caso do nosso presidente … No Brasil, estamos enfrentando simultaneamente dois vírus: o coronavírus e o bolsonarovírus! O primeiro atinge 260 países ao redor do mundo, mas o segundo é predominante exclusivamente no Brasil …

Presidente do Brasil Jair Bolsonaro, 10 de novembro de 2020 em Brasília

Presidente do Brasil Jair Bolsonaro, 10 de novembro de 2020 em Brasília

afp.com/EVARISTO SA

Nenhuma outra nação é governada por um negador do Holocausto como Bolsonaro. Um ano e meio após o início da pandemia, ele continua negando a existência do vírus. Outros chefes de estado, como Boris Johnson e Donald Trump, estavam inicialmente na mesma linha. Mas eles mudaram de atitude. Bolsonaro, não. Não evolui. Pelo contrário, ele se recusa a se exibir com uma máscara; ele promove agrupamentos de pessoas e afirma que aqueles que praticam o distanciamento social são “covardes” e “queers” – porque é assim que ele diz.

No ano passado, Jair Bolsonaro comprou milhões de milhares de doses de cloroquina.

De fato … e é incrível! Quando decidiu iniciar um programa de vacinação, deixou de comprar seringas e agulhas. Não sei se foi voluntário ou não, mas uma coisa é certa: sem o Bolsonaro, o combate à pandemia poderia ter sido muito mais eficaz e o início da campanha de vacinação muito mais rápido.

Quando meu governo [de l’Etat de São Paulo] decidiu comprar 78 milhões de seringas e quantas agulhas, o governo federal tentou confiscá-las. Isso nos obrigou a apelar para a Suprema Corte para evitar a apreensão de nossos bens. No final das contas, a campanha de vacinação começou no dia 17 de janeiro no estado de São Paulo, mas apenas em abril na esfera federal, ou seja, três meses depois. É por isso que digo que é muito mais difícil lidar com dois vírus do que com um. E, na verdade, acho que o Bolsonarovírus é mais perigoso que o coronavírus.

READ  chuvas torrenciais causam inúmeras inundações em Ama

Pacientes com Covid-19 em um hospital de campanha instalado em um ginásio, em Santo André, 26 de março de 2021 no Brasil

Pacientes com Covid-19 em um hospital de campanha instalado em um ginásio, em Santo André, 26 de março de 2021 no Brasil

afp.com/Miguel SCHINCARIOL

O presidente Bolsonaro poderia ser reeleito em novembro de 2022?

Espero que não. Muitos brasileiros cometeram o terrível erro de votar nele, inclusive eu. Mas não cometerei o mesmo erro duas vezes. Bolsonaro está na extrema direita … na extrema direita. Os extremos nunca trouxeram nada de bom a nenhum país. Quando extremistas intervêm, à esquerda ou à direita, o diálogo termina. Então, há apenas o confronto. Os primeiros perdedores são, portanto, a população e a economia. Eu realmente espero que Bolsonaro cumpra apenas um mandato.

Na mídia, a variante indiana suplantou a variante brasileira. Quão perigoso é o último? Dem entrevista ao L’Express no mês passado, Prof. Dimas Covas, que dirige o Instituto Butantan [qui fabrique des vaccins] foi alarmista …

Muitos países fecharam suas fronteiras com o Brasil, mas não é por causa da “variante Manaus” que na Europa você chama de “variante brasileira”. Se as fronteiras foram fechadas, é por falta de política pública na esfera federal. A atitude de Bolsonaro transformou o Brasil em um país suspeito aos olhos de outras nações. Mas, uma boa notícia: a vacina Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em colaboração com o Instituto Bututan de São Paulo, parece eficaz tanto contra a “variante brasileira” como contra a variante sul-africana.

Parece que com a pandemia mudou sua trajetória, que começou pela direita. Você mudou o foco?

Não estou nem à direita nem à esquerda. Eu sou um liberal em todos os sentidos da palavra. O que significa que sou um pragmático. Sempre fui favorável ao diálogo tanto com a direita como com a esquerda para encontrar as melhores soluções para o meu Estado e para o meu país. Quando eu era mais jovem, estudei na Georgetown University em Washington. Isso me influenciou muito. Nos Estados Unidos, entendi a importância das políticas econômicas liberais. E eu sei que a intervenção do Estado na economia deve ser razoavelmente equilibrada porque é o setor privado que produz o dinamismo de um país.

READ  Paulista: Novorizontino x são Paulo ao vivo, onde assistir?

Antes de entrar na política, há apenas quatro anos, passei minha vida no setor privado. E sempre falei com pessoas de todas as esferas da vida. Mas é verdade que ao me lançar à conquista da prefeitura de São Paulo contra o ex-prefeito Fernando Haddad, pela esquerda e apoiado por Lula, tive que escolher uma posição para me diferenciar do meu adversário. Foi um sucesso para mim: ganhei a votação no primeiro turno, o que é raro nesta megalópole que é a mais populosa da América Latina e a sétima do mundo.

Acredito que a missão do meu governo é garantir a proteção dos mais pobres e vulneráveis ​​do ponto de vista da saúde, educação, proteção social e segurança pública. Para todas essas missões, a iniciativa privada, assim como as parcerias público-privadas, é sempre de grande ajuda.

Graças a recente decisão do Supremo Tribunal Federal, o ex-presidente Lula poderá participar das próximas eleições presidenciais. Boas notícias ?

Lula é um competidor respeitável. Até Jair Bolsonaro, na medida em que foi eleito democraticamente, merece respeito. Apesar de seu extremismo, sua loucura, sua paranóia e todos os seus problemas psiquiátricos, o atual presidente continua um forte candidato, apreciado por alguns brasileiros. No entanto, cerca de 45% a 50% dos eleitores ainda não decidiram. E entre Lula e Bolsonaro há, portanto, espaço para um candidato do centro, até porque falta muito tempo para a eleição presidencial de outubro de 2022.

Assim como Donald Trump, você apresentou a versão brasileira do reality show O Aprendiz. Você sonha em se tornar presidente, como ele?

Eu apresentei O Aprendiz duas temporadas, em 2010 e 2011, pouco antes de entrar na política. Isso me deu popularidade e notoriedade. Mas a comparação pára por aí. Por enquanto, minhas prioridades são: a saúde dos paulistanos (paulistas) e paulistas (paulistas), a campanha de vacinação e a recuperação econômica que espero que ocorra. no início de 2022.

L’application L’Express

Para seguir a análise e descriptografia onde quer que você esteja

Baixe o aplicativo

Baixe o aplicativo

Você vai participar das primárias do seu partido, o PSDB, que acontecem no dia 17 de outubro?

Sou a favor do princípio das primárias. É uma boa forma de escolher um candidato democraticamente, principalmente em um partido como o nosso, que tem 1,4 milhão de filiados. Mas, no que me diz respeito, não tomei uma decisão.


Opiniões

Digital

Frédéric Filloux é colunista do L'Express e editor do Monday Note.Frederic Filloux

Transição verde

Para descarbonizar completamente nossa economia até 2050, não precisamos de decrescimento, mas de hipercrescimento.  E muita inteligência.Nicolas Bouzou

Ciências

Albert Moukheiber é médico em neurociência e psicólogo clínico.  O autor de seu cérebro está pregando peças em você (edições Allary).Por Albert Moukheiber

Ultimato

Christophe Donner.Por Christophe Donner

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *