Tênis. O Open 35 Saint-Malo oferece uma final Brasil – Rússia – Tênis



Aberto 35 Saint-Malo WTA 125

A esbelta sul-americana não teve muito o que lutar por seu lugar como finalista. Com uma vantagem de 5 games a 0 no primeiro set, ela viu sua adversária, Maryna Zanevska, pedir uma joelhada ao curador. Depois de alguns minutos, o belga de origem ucraniana, vencedor do torneio em 2012 e 2016, desistiu, oferecendo assim uma classificação real na final ao Pauliste, 65º do mundo, de 25 anos.

“Quadra de saibro de Malouine me encanta”

“É triste vencer em tais condições. Maryna teve lesões em sua carreira e parou com frequência. Desejo a ele uma boa recuperação”, declarou, fair play, a brasileira que foi muito sólida em sua partida abortada.

Usando português, espanhol, inglês e um pouco de francês, o finalista admitiu ter se preparado muito para este torneio: “Trabalhei muito para chegar à final. Sinto-me bem e o barro de Saint-Malo me encanta. É uma boa preparação para Roland-Garros. Estou pronto para domingo. Beatriz Haddad Maiai, a canhota, vai contar com seu ponto forte para vencer: a resiliência.

“Nenhuma montanha russa emocional”

Ela também contará com o excesso de energia que sua adversária, a russa Anna Blinkova, teve que consentir, vencedora da polonesa Magdalena Frech no tie-break. Esta é sua quarta partida vencida em três sets. E como no dia anterior, ela teve que chicotear por muito tempo com um joelho direito dolorido: 2h43 deste sábado. “Sem dúvida vai pesar, admitiu seu treinador Xavier Pujo, mas com ela, nada de montanha-russa emocional. Ela é super estável. »

Como durante seu jogo. Em francês perfeito (o russo vive em Cannes desde o outono), o 135º Mundial voltou a uma partida onde duas medidas e dois estilos de jogo se chocaram: um em finesse, o outro em poder. “Tive que usar um jogo mais agressivo para vencer, ela entregou. Ela se mexeu muito. No tie-break, disse a mim mesmo “coragem! Não tenha medo de seguir em frente, de dar tiros! “E valeu a pena mesmo que o russo tenha se arrependido do match point perdido por 5 a 4 no terceiro set.

READ  Itália suspende voos do Brasil após nova variante do coronavírus | Coronavírus

Ela venceu suas quatro partidas de cada vez contra mais forte do que ela. A brasileira está melhor classificada do que ela. Um sinal ?

Os resultados

Semifinais. B. Haddad Maia (BRA) vence M. Zanevska (BEL) por 5 jogos a 0 por abandono; A. Blinkova vence M. Frech (POL) 6-3, 3-6, 7-6 (2)

O programa das finais. Quadra central às 12h45: duplas: E. Cascino – J. Ponchet (FRA) contra E.Hozumi – M. Ninomiya (JAP) seguido de simples: B. Haddad Maia (BRA) contra A. Blinkova.

Todas as notícias de tênis

You May Also Like

About the Author: Hannah Sims

"Guru profissional do café. Jogador típico. Defensor do álcool. Fanático por bacon. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *