IPhone vendido sem carregadores: Brasil multa à Apple US $ 2 milhões

IPhone vendido sem carregadores: Brasil multa à Apple US $ 2 milhões

O estado brasileiro de São Paulo lançou recentemente uma ação contra a Apple por penalizar a falta de um adaptador de energia na caixa do iPhone com uma multa de US $ 2 milhões, de acordo com relatórios. inclinar. Essa punição simbólica foi imposta pelo Procon-SP – Agência Paulista de Defesa do Consumidor por descumprimento da legislação que rege os direitos do consumidor no Brasil.

foto Solin Weiss.

Como um lembrete, a Apple decidiu retirar o carregador da caixa de todos os iPhones em outubro passado, uma decisão que afetou não apenas o iPhone 12, mas também modelos de geração mais antigos, como o iPhone SE 2, iPhone XR ou iPhone 11. Preocupação ambiental, banalidade , Ou um pouco de ambos? No entanto, essa decisão continua dividindo consumidores e agências governamentais.

Se o Procon-SP já havia alertado a Apple em dezembro passado sobre essa violação das leis locais, a empresa norte-americana respondeu que a maioria dos consumidores já possuía um adaptador AC, e que não era necessário incluir outro adaptador na caixa. Obviamente, o argumento não se firmará. Especialmente porque a Apple fornece um cabo Lightning / USB-C, mas a maior parte dos adaptadores que já estão em posse de clientes antigos ainda são USB-A.

A multa também foi motivada pela recusa da Apple em consertar dentro da garantia alguns telefones que foram danificados pela água, um ponto problemático devido à resistência à água dos iPhones modernos e seu destaque nos anúncios da Apple. Esta não é a primeira vez que a Apple se sente ansiosa neste nível: no ano passado, a fabricante já foi multada em 10 milhões de euros na Itália por práticas comerciais enganosas.

READ  A vacina CoronaVac leva a menos hospitalizações

You May Also Like

About the Author: Opal Turner

"Totalmente ninja de mídia social. Introvertido. Criador. Fã de TV. Empreendedor premiado. Nerd da web. Leitor certificado."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *